Um homem de 43 anos está internado na área vermelha da Santa Casa de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, após ter 90% do corpo queimado por conta de um incêndio que, segundo a polícia, ele mesmo teria provocado [VIDEO]durante uma briga com a esposa, que teria sido agredida. O caso aconteceu na tarde desta quarta-feira (27), em Dois irmãos do Buriti, cidade que fica a 120 quilômetros da capital do estado.

Segundo a esposa do homem internado, de 48 anos, ele chegou em casa no final da tarde sob efeito de bebida alcoólica.

Eles discutiram e a Mulher acabou sendo agredida, ficando com um ferimento na boca. Ainda de acordo com a mulher, ela não se encontrava mais na residência quando o fogo começou. O casal tem dois filhos.

O homem, por sua vez, conseguiu deixar a casa sozinho e foi ajudado por pessoas que passavam pela rua. Consciente, ele foi levado para um hospital da região e na mesma noite levado para a Santa Casa de Campo Grande.

Em nota, o hospital informou que o paciente teve queimaduras de segundo grau nos membros superiores, inferiores, tórax e abdômen.

Não existe ainda a previsão de qualquer procedimento cirúrgico que ele possa a vir passar e a Polícia aguarda ele receber alta médica para prestar esclarecimentos.

Outra versão

Uma segunda versão para o caso foi noticiada pelos meios de comunicação da região. Segundo relatores, teria sido a própria mulher a ter provocado o incêndio ao jogar gasolina em cima do marido, que estava deitado. Ela teria ateado fogo e fugido em seguida.

O homem, inclusive, já teria sido ouvido no hospital e disse não saber os motivos que levaram a mulher, segundo ele, a cometer o crime. Ele disse ainda que foi a própria mulher quem chamou o Corpo de Bombeiros antes de fugir.

Os policiais foram até a casa e encontraram o irmão do homem junto com alguns populares tentando apagar as chamas.

Grávida perde tudo em incêndio

Uma jovem de 25 anos, que está grávida de sete meses e já é mãe de outras quatro crianças, perdeu todos seus pertences após um incêndio atingir sua casa, na tarde desta quinta-feira (27), no bairro Jardim Anache, região norte de Campo Grande.

O imóvel, inclusive, terá que ser demolido.

Jéssica Fernanda do Carmo disse que havia acabado de deixar um dos filhos na creche, passou sua casa para levar os pés e depois ir visitar sua mãe. Assim que ela fechou a porte percebeu o incêndio. Ela acredita que o fogo tenha sido causado por uma tomada que estava sobrecarregada.

“Lá dentro, também tinha as coisas do bebê, o enxoval e foi tudo”, disse a jovem. “Foi um desespero danado, mas, graças a Deus está tudo bem”, seguiu. A família agora conta com a ajuda de vizinhos e familiares para tentar recuperar um pouco do que perderam no fogo.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!