Brasil tem o primeiro caso de coronavírus, de acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Saúde, nesta terça-feira (25). Um paciente de 61 anos, que esteve na Itália entre os dias 9 e 21 de fevereiro, testou positivo para o novo coronavírus.

O paciente, que se encontra em observação no hospital Albert Einstein, vai passar ainda por uma segunda bateria de exames para confirmar definitivamente o caso.

Anvisa e o coronavírus

A Anvisa busca a lista de passageiros e tripulação que estavam no mesmo voo que o paciente, para tentar assim frear o avanço do vírus em território nacional.

Coronavírus na Itália

A Itália já possui mais de 300 casos confirmados do novo coronavíus (Covid-19) e já entrou em estágio de alerta para a contaminação do vírus.

Sintomas do coronavírus

A Anvisa alerta que quem apresente sintomas como febre alta, coriza, dor de garganta e tosse seca e que tenham viajado ou manteve contato com pessoas de países como Austrália, China, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Filipinas, Japão, Malásia, França, Taiwan, Irã, Emirados Árabes, Singapura e Alemanha devem procurar imediatamente atendimento médico na sua região.

Coronavírus na China

O coronavírus ainda não tem cura e teve os seus primeiros casos registrados na cidade de Wuhan, na China. Local onde já passa de mais de 80 mil casos confirmados pelas autoridades chinesas, sendo mais de 2.500 mortes causadas pelo vírus, porém, a taxa de contaminação vem diminuindo gradativamente devido aos esforços das autoridades chinesas. Esforços esses que levaram ao fechamento total de aeroportos, ruas, avenidas, grandes shoppings, mercados, bancos e que mantém ainda pessoas confinadas dentro de suas residências.

As bolsas da China e de países que apresentam contaminação pelo vírus estão sofrendo fortes quedas diariamente, tudo isso, é claro, devido ao impacto que o vírus vem causando no dia a dia da população.

Coronavírus no Brasil

No Brasil, ainda não havia sido confirmado nenhum caso até a tarde desta terça-feira. Todos as 56 suspeitas foram descartadas pelo Ministério da Saúde, através de exames feitos nos pacientes em suas unidades básicas de saúde.

Coronavírus no mundo

A OMS (Organização Mundial da Saúde) vem trabalhando em conjunto com vários países na tentativa de achar mais rapidamente uma cura para o vírus e alerta a todos os países que investiguem qualquer suspeita, pois o vírus tem uma rápida propagação, porém a taxa de mortes causadas ainda é muito baixa e não descarta uma possível mutação do vírus.

Não perca a nossa página no Facebook!