O Brasil pode ter registrado nesta terça-feira (25) seu primeiro caso positivo do novo coronavíus (Covid-19). Um homem de 61 anos, que recentemente esteve na Itália, sentiu os sintomas brandos da doença, como febre e tosse seca, passou por exames no Hospital Albert Einstein, e o resultado deu positivo. Ele foi examinado na segunda-feira (24) e os resultados ficaram prontos nesta terça (25).

O paciente se encontra em isolamento domiciliar e uma contraprova deve ser feita pelo Instituto Adolfo Lutz.

O resultado desta contraprova deverá sair nesta quarta-feira (26). Assim que o resultado dessa contraprova estiver pronto, o Ministério da Saúde fará um pronunciamento. A pasta também irá mapear as pessoas que tiveram contato com este paciente.

“É claro que preocupa, São Paulo é a maior cidade do país”, disse o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. “Agora vamos fazer o mapeamento com quem ele teve contato", complementou o ministro.

Se confirmado, o Brasil se tornará o primeiro país da América Latina a ter um paciente testado positivo com o novo vírus que já matou mais de 2.700 pessoas em todo o mundo, a maioria delas na China.

Paciente esteve na Itália

Segundo informações divulgadas pelo Hospital Alberto Einstein, o paciente esteve na região norte da Itália entre os dias 9 e 21 deste mês. De acordo com o texto, esse paciente encontra-se em bom estado de saúde e não foi preciso que ele ficasse internado. Ele ficará mantido em isolamento respiratório pelos próximos 14 dias.

O período em que o paciente esteve a trabalho na Itália coincide com a explosão de casos na Europa.

Até esta quarta-feira haviam 320 casos confirmados no país e 11 mortes. Na França já foi registrada uma morte.

Caso suspeito é investigado em Pernambuco

Durante uma coletiva de imprensa, concedida na noite desta terça-feira (25), a Secretaria de Saúde de Pernambuco confirmou que uma passageira de um voo da companhia aérea Azul é o primeiro caso suspeito de coronavírus no estado.

A paciente de 51 anos e cujo nome não foi revelado, foi retirada do avião e examinada por agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Posteriormente ela foi encaminhada para o Hospital Osvaldo Cruz.

O avião transportava 132 passageiros, que preencheram uma ficha para um possível contato após saírem os resultados dos exames da paciente.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde do estado, a mulher é moradora da cidade de Caruaru e no último dia 13 de fevereiro esteve no norte da Itália para fazer um curso. Na semana passada, ela apresentou febre e tem se queixado de febre e moleza no corpo.

A Azul comunicou que sua aeronave foi submetida a um procedimento de limpeza com a utilização de agentes bactericidas e liberada para cumprir sua programação.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!