Durante o mês de março, a capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, receberá um evento bastante inesperado. Trata-se da primeira Marcha para Satanás que, apesar do nome escolhido, não fará uma homenagem ao capeta, mas sim será uma tentativa de reivindicar laicidade por parte do Estado, algo que é previsto na legislação brasileira.

De acordo com informações do site Catraca Livre, o evento em questão acontecerá na Praça da Liberdade, localizada na região central de Belo Horizonte. Além disso, a Marcha para Satanás já tem data e horário definidos e sairá às ruas da capital mineira no dia 29 de março às 14h.

Segundo informações do site BHAZ, os organizadores responsáveis pelo evento afirmaram que trata-se de um protesto contrário aos abusos cometidos no território nacional por algumas religiões. De acordo com um organizador, que preferiu ter a sua identidade preservada, muitas pessoas são perseguidas no Brasil atual por não se adequarem aos padrões esperados pelas instituições religiosas.

Ao comentar a respeito disso, o organizador em questão afirmou que homossexuais, pessoas que fazem parte de religiões de matrizes africanas e travestis, por exemplo, costumam ser colocadas em uma posicional marginal na sociedade devido ao conservadorismo pregoado pelas religiões, descrito por ele como algo medieval.

Inspirado em movimento dos Estados Unidos

Ainda é válido pontuar que a Marcha para Satanás pretende se tornar uma espécie de versão brasileira de um movimento que já existe nos Estados Unidos.

O movimento em questão, conhecido pelo nome de Templo Satânico, faz protestos contra o cristianismo e chega a abrir processos contra a presença de monumentos de origem cristã presentes em locais públicos da cidade.

Além disso, o Templo Satânico ainda vai contra os nomes de rua que possuam vínculos com a Religião ou contra a presença de orações em escolas, entre outros pontos que são protestados pelo movimento em questão.

Segundo o organizador entrevistado pelo BHAZ, o objetivo no Brasil é fazer com que a blasfêmia sirva enquanto forma de realizar um combate à intolerância que tem e instalado no território nacional.

Ao comentar a respeito do protesto, o membro da organização afirmou que o desejo dos responsáveis é fazer com que ele seja leve e possua um tom de sátira, além da blasfêmia já presente desde o nome.

Também foi comentado que a Marcha para Satanás tem como objetivo fazer um convite para toda a sociedade, de forma que ela possa ter mais pensamento crítico a partir disso. Além disso, os organizadores ainda gostariam de abrir os olhos dos brasileiros para a necessidade de e ter mais empatia e substituir essa intolerância presente no país por mais amor.

Siga a página Religião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!