A polícia prendeu nesta quarta-feira (18) um comerciante em Goiânia suspeito de vender máscaras e álcool por preços abusivos. Segundo a polícia, aproveitando-se da pandemia do coronavírus, ele estava comercializando máscaras descartáveis a R$ 50 e frascos de álcool em gel a R$ 20.

Os policiais chegaram até o estabelecimento, que fica no Setor Aeroporto, acompanhados de fiscais do Procon do estado após receberem uma denúncia anônima. No local, eles encontraram 98 máscaras e 31 caixas contendo álcool 70%.

O comerciante foi levado para a delegacia onde admitiu que comprava produtos de outros comércios para revender em seu estabelecimento cobrando até seis vezes mais o valor praticado no mercado. De acordo com a polícia, uma máscara que custa R$ 7,50 estava com preço fixado de R$ 50. O preço do álcool não estava exposto.

Por nenhum dos produtos possuírem nota fiscal, a polícia apreendeu todo o material do comerciante, que foi liberado após assinar um termo circunstancial. Ele foi autuado e também poderá responder por prática abusiva na majoração de preço.

Casos de coronavírus no estado chegam a 12

O último balanço divulgado pela Secretaria de Saúde de Goiás aponta que já são 12 os casos de coronavírus confirmados no estado. Os dados foram divulgados na manhã da última quarta-feira (18).

De acordo com o órgão, cinco desses casos foram registrados na capital. Outros três são de Rio Verde e dois de Anápolis. Jataí e Lucas do Rio Verde registraram um caso cada.

Mulher com coronavírus é atacada na internet

O caso registrado em Jataí foi de uma mulher de 52 anos que estava na Espanha e tinha vindo para a cidade visitar parentes. Ela chegou a ser internada no domingo (15), recebeu alta no dia seguinte e nesta quarta-feira (18) saiu o resultado do exame, dando positivo.

A filha dessa paciente disse que sua mãe está sofrendo ataques nas redes sociais. Um texto que circula na internet diz que a mulher não respeitou o isolamento domiciliar.

No entanto, a filha diz que sua mãe não esteve em aglomerações. “Parem de destruir, porque é isso que estão fazendo”, disse a filha.

Irmão de ex-ministro está com coronavírus

Outro caso confirmado de coronavírus no estado é de um dos diretores da Assembleia Legislativa. Joel de Sant'Anna Braga Filho foi testado positivo e está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Anis Rassi. Ele é irmão do ex-ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

Até às 15h desta quinta-feira (18), já haviam sido noticiadas sete mortes no Brasil, sendo cinco delas no estado de São Paulo e as outras duas no Rio de Janeiro.

De acordo com as secretarias estaduais, em todo o Brasil já são mais de 500 casos da doença.

Não perca a nossa página no Facebook!