Na intenção de ajudar as pessoas que acabaram perdendo os seus empregos devido à pandemia, o governo criou o auxílio emergencial. Muitas pessoas já conseguiram sacar a primeira parcela do auxilio, porém, outras não conseguem nem mesmo saber o resultado, se foram aprovadas ou não para serem beneficiadas.

Problemas encontrados no auxílio emergencial

Além de tudo, o que mais vêm revoltando a população brasileira é que, já está prestes a sair a segunda parcela do pagamento, porém eles não conseguem receber a primeira, mesmo atendendo a todos os requisitos que foram impostos.

Caixa aguarda um novo lote de análise do auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal está à espera do recebimento de um pacote de dados, que inclui o pagamento do restante das pessoas que ainda estão em análise no programa do auxílio emergencial.

A Dataprev foi responsável por analisar todas as pessoas que se inscreveram no programa, tanto pelo site quanto pelo aplicativo de celular. Nesta terça-feira (12), a empresa está comprometida de enviar o restante da análise dos indivíduos que aguardam desde o primeiro dia de inscrição.

"Assim que recebermos, faremos o processamento e informaremos para quem for contemplado", disse o vice-presidente da Rede de Varejo do banco, Paulo Henrique Angelo,

Pagamento para as pessoas que ainda estão em análise no auxílio emergencial

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, está estimado que chegue a cerca de 17 milhões de pessoas neste último lote de análise.

Grande parte das pessoas que não conseguiram o auxílio foi devido a algum erro quando traçaram os dados, ou até mesmo pode ter sido por falta de atenção do indivíduo, que pode ter colocado algum documento errado ou inválido.

Atualmente, cerca de 50 milhões de pessoas conseguiram ter acesso ao dinheiro pago pelo Governo, porém 30 milhões tiveram o direito negado, por não cumprirem os requisitos necessários.

Segunda parcela do auxílio emergencial

Estava prevista para a última sexta-feira (8), no entanto, ela não conseguiu ser cumprida pela Caixa, e a segunda parcela ainda não possui uma data específica para o pagamento.

Entretanto, será feito pelo governo um novo calendário de pagamento, e a caixa precisará aguardar até que seja divulgado, para que assim consiga começar o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!