A Polícia Civil investiga o assassinato de um casal ocorrido na noite desta quinta-feira (14), em Serra, na Grande Vitória, no Espírito Santo. Por volta das 22 horas as vítimas trafegavam em uma moto no bairro Feu Rosa, quando foram alvejadas pelos ocupantes de um carro, que fugiram.

Testemunhas relataram que o casal começou a ser seguido pelo carro onde estavam os atiradores, que iniciaram os disparos quando passaram pela esquina da Rua Paraju. O serviço de resgate foi chamado, mas as duas vítimas morreram no local.

Após ser atingido o casal caiu da moto. A mulher, que não portava documentos por isso ainda não havia sido identificada, foi atingida por três disparos.

Já o rapaz, identificado como Flodoaldo Togneri Viana Neto, de 23 anos, ainda conseguiu correr por cerca de 30 metros, mas foi perseguido por um dos atiradores, que saiu do veículo encapuzado e efetuou quatro disparos.

Os moradores do bairro afirmaram desconhecer as duas vítimas. De acordo com policiais do DHPP, o alvo seria apenas o homem e a mulher acabou morrendo apenas por estar com ele. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML).

Outro homicídio em Serra

Em outro homicídio registrado na cidade de Serra, o agente socioeducativo Washington Luiz Castro Júnior, de 37 anos, foi morto a tiros no bairro José de Anchieta. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

Ele havia passado a tarde visitando parentes no bairro quando na hora de ir embora seu carro foi cercado por dois homens, que efetuaram disparos contra a vítima.

Um tiro acertou a cabeça e outro na costela.

Bruno Menelli Dalpiero, irmão de Washington ouviu os disparos e correu para prestar socorro. Ele retirou o agente do banco do motorista, o colocou no traseiro, assumiu a direção e foi até um hospital.

Colegas que trabalhavam com a vítima acreditam que o agente pode ter sido morto em virtude de sua profissão.

Ele atuava na segurança nas unidades onde adolescentes ficam apreendidos. No entanto, parentes relataram que o agente não estava sofrendo ameaças.

Na hora do crime, o agente estava de posse de uma arma de fogo, que foi levada para o DHPP. Ele possuía autorização para portá-la.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e por enquanto nenhum suspeito foi preso.

Casal morto na quarta-feira

Na quarta-feira, no bairro Jardim da Serra, um casal foi morto a tiros e duas pessoas ficaram feridas.

O crime aconteceu durante a tarde e no meio da rua, que estava com muitas pessoas, inclusive crianças. Testemunhas disseram que os atiradores chegaram e efetuaram vários disparos. Não se sabe ao certo quantos homens atiraram, mas um suspeito foi preso.

Grávida de seu quarto filho, Amanda Luciane Oliveira Morais, de 24 anos, foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Outra vítima é Wanderson Tostes, de 18 anos, que morreu no local.

Uma mulher de 40 anos foi baleada na perna enquanto que uma adolescente de 16 anos foi atingida no peito e na perna. Elas estão internadas na Upa de Serra Sede.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!