O jornalista Leonardo Pinheiro, de 39 anos, foi morto a tiros nesta quarta-feira (13), em Araruama, na Região dos Lagos do Rio. A vítima também atuava como líder comunitário, era pré-candidato a vereador pelo Patriotas e mantinha uma página de notícias chamada A Voz Araruamense, que publicava notícias sobre Araruama e também da região dos lagos. Ele era casado e tinha um filho.

De acordo com relatos de testemunhas, o jornalista realizava uma entrevista com moradores no bairro Parati quando homens chegaram em um carro e atiraram contra ele e depois se evadiram do local. A Polícia Militar foi acionada, mas quando chegou ao local Leonardo já estava morto.

A área foi isolada para que fossem realizados os trabalhos de perícia.

A Polícia Civil informou que tem feito diligências para investigar o caso. O caso está na 118ª Delegacia de Polícia e até a manhã desta quinta-feira (14), nenhum suspeito do assassinato do jornalista havia sido detido.

O Patriotas, partido o qual o jornalista era filiado, emitiu uma nota a qual lamentou a morte de seu pré-candidato e citou a vocação comunitária que ele tinha, estando à frente de projetos sociais. A nota é encerrada afirmando que “Araruama que perde um lutador pelas boas causas da comunidade”.

O portal Fala Araruama, onde Leonardo trabalhou, também se manifestou lamentando a morte de seu ex-colaborador.

Caixa eletrônico arrombado

Também em Araruama, um caixa eletrônico, que ficava dentro de uma farmácia, foi arrobando na madrugada desta quarta-feira (13). O montante levado pelos criminosos não foi revelado.

Policiais militares do 25º BPM foram acionados para verificar uma ocorrência no estabelecimento, no distrito de São Vicente.

Ao chegarem no local eles se depararam com o equipamento violado. A área precisou ser isolada para os trabalhos de perícia.

Imagens do circuito de segurança serão analisadas na tentativa de se identificar algum suspeito. Até a manhã desta quinta-feira (14), ninguém havia sido detido. O caso foi registrado na 118ª Delegacia de Polícia como furto.

Criança de três anos morre atropelada

Em Macaé, também na Região dos Lagos, um menino de três anos morreu na tarde desta quarta-feira (13), após ser atropelada por um caminhão. O acidente fatal aconteceu na Rua Calixto Fernandes das Neves, situada no bairro Brasília.

De acordo com informações da polícia, o homem que dirigia o caminhão fugiu do local sem prestar socorro à vítima, mas posteriormente se apresentou na 123ª DP, que está responsável pela investigação do caso. Ele foi ouvido e depois liberado.

O corpo da criança foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!