O corpo da miss Manicoré, Kimberly Karen Mota de Oliveira, foi encontrado em um apartamento em Manaus, no estado do Amazonas, e a polícia agora está investigando o caso. Kimberly foi uma das finalistas do concurso Miss Amazonas 2019, e chamou a atenção de todos por sua beleza e carisma. Familiares e amigos ficaram chocados quando tiveram conhecimento do ocorrido.

A jovem apresentava perfurações de arma branca em várias parte do corpo, e, segundo a Polícia Civil, o principal suspeito do crime é um ex-namorado, que não teve a identidade revelada até o momento para não atrapalhar as investigações.

Desde a noite desta última segunda-feira (11), que a miss estava desaparecida e os familiares estavam enviando várias mensagens para ela, porém não tiveram resposta e à medida que as horas iam passando todos ficavam cada vez mais preocupados.

De acordo com a Polícia Civil, o corpo de Kimberly Karen estava no apartamento do ex-namorado, que é natural da cidade de São Bernardo do Campo, na Grande SP, e seria funcionário público do TRT (Tribunal de Regional do Trabalho) no estado, mas estava há pouco tempo em Manaus, sendo que recentemente passou por um processo de separação e já estava afastado da ex-Mulher.

Assassinato de miss é investigado

A miss estava com três perfurações feitas com uma faca no imóvel localizado na avenida Joaquim Nabuco. A perícia conseguiu encontrar a arma usada no crime, que ainda se encontrava no apartamento. A Polícia Civil já sabe que o namoro do casal durou somente 2 meses e agora poderá ouvir algumas testemunhas para tentar entender o que estava acontecendo na vida da miss.

A delegada responsável pelo caso, Zandra Ribeiro, deu uma entrevista ao site Universa e revelou que o suspeito é paulista e estava se relacionando com a miss, só que no último domingo ela decidiu colocar um ponto final no romance. Depois disso o ex-namorado foi buscá-la no apartamento onde morava e agora ela é encontrada morta no apartamento dele, sendo que a faca estava na varanda.

Kimberly morava com uma amiga em Manaus e esta acabou se tornando a principal testemunha neste caso. Inclusive ela já contou à polícia que viu quando a amiga entrou no carro do suspeito, um Audi A5 de cor branca. Por volta de meia-noite e meia o corpo da miss foi encontrado no apartamento, quando a Polícia Militar recebeu um pedido de um tio de uma amiga com quem a vítima morava.

A delegada explicou que a principal testemunha viu quando o suspeito foi buscar sua amiga, depois ela entrou no carro, por isso existe a suspeita de que os dois brigaram e no fim ela acabou sendo assassinada.

A DEHS (Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros) está investigando o caso. O Aeroporto Internacional de Manaus não tem registro de que o suspeito tenha feito uma viagem área desde a morte da miss.

Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!