A passagem do ciclone bomba que atingiu o sul do país nesta semana, deixou mortos e feridos. A história de um bebê de um ano e meio teve um final feliz em meio ao caos.

Caleb, um menino de um ano e meio, ficou preso nos escombros de sua própria casa na cidade de Florianópolis (SC) nesta terça-feira (30).

De acordo com a NSC TV, a casa foi atingida por uma grande árvore durante a passagem do ciclone que causa fortes ventos, podendo chegar à 130 km/h.

O resgate

Ao ser atingida pela árvore a residência da família desmoronou. Victor Tadeu, tio do menino Caleb correu para prestar ajuda a sua família assim que viu que a casa havia sido atingida.

Quando chegou ao local percebeu que apenas a mãe, o pai do bebê e seu irmão mais velho de 3 anos, conseguiram sair da casa.

Caleb não apresentou reação durante o acidente deixando seus pais desesperados. Sem gritos nem choro, a família temia pelo pior, acreditando que Caleb poderia estar morto.

Victor conta que neste momento passou a procurar pelo sobrinho, e conseguiu avistá-lo debaixo de alguns tijolos. Ao perceber a presença do tio, o bebê começou a chorar, deixando seus pais mais tranquilos.

Segundo Victor, Caleb estava aparentemente bem e olhou diretamente para ele. Neste momento o tio começou a retirar os escombros que estavam por cima do sobrinho.

Saúde de Caleb

De acordo com a reportagem da NSC TV Caleb está muito bem.

O garotinho sofreu apenas alguns arranhões na perna e na cabeça. O restante da família também está bem, nenhum deles se feriu.

O corpo de Bombeiros de Florianópolis prestou atendimento e deu orientações à família.

Ciclone Bomba

O ciclone bomba atingiu o sul do Brasil nesta terça-feira (30). O fenômeno que causa quedas bruscas de temperatura, fortes chuvas e ventos fortes que atingem mais de 130 km por hora, deixou 10 mortos e um rastro de destruição principalmente no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O estado de Santa Catarina decretou estado de emergência em decorrência dos estragos causados pelo fenômeno natural.

De acordo com a Defesa Civil de SC, 135 dos 295 municípios foram atingidos. Além das mortes registradas, duas pessoas estão desaparecidas nas cidades de Canelinhas e Brusque.

Na manhã desta quinta-feira o estado registrou 238 mil imóveis que ainda estavam sem energia elétrica.

O estado de emergência decretado pelo governador Moisés, tem como objetivo garantir os recursos necessários para reconstrução das cidades atingidas.

Os prejuízos causados pelo ciclone bomba estão sendo calculados pelos prefeitos e responsáveis de cada região, em seguida são encaminhados ao estado, que conseguirá somar os prejuízos assim que tiver todos os levantamentos em mãos.

Siga a página Natureza
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!