Um menino de 4 anos e um cachorro morreram trancados dentro de um carro do próprio vizinho no último sábado (29), na região da comunidade de Lago Negro, localizada no munícípio de Piracicaba, interior de São Paulo. Segundo informações divulgadas pelo portal O Dia, a principal hipótese investigada pelos policiais é de que a própria criança tenha se trancado por acidente dentro do veículo, não conseguiu sair e, por isso, acabou morrendo pela falta de oxigênio. No carro, não havia maçanetas por dentro, o que teria dificultado que o menino abrisse a porta.

Após algumas horas de busca pelo menino, vizinhos encontraram o corpo dele coberto por um lençol branco dentro do veículo que estava na garagem –neste momento a Polícia já havia sido acionada.

Luiz Henrique Souza, de 4 anos, havia sido dado como desaparecido na tarde de sábado (29) e o seu corpo encontrado a noite. Agora, o caso foi registrado como morte suspeita na Delegacia de Piracicaba, a perícia foi acionada e a conclusão do caso deverá estar pronta em um mês.

Rafaela da Silva Alves, moradora da residência onde Luiz foi encontrado morto e esposa do dono do veículo, afirmou aos policiais que desde a hora do almoço ela já tinha conhecimento de que o garoto estava desaparecido e, inclusive, que a família estava o procurando.

Rafaela encontra corpo do menino

De acordo com informações divulgadas pelo portal R7, ainda para os policiais, Rafaela afirmou ter encontrado o corpo de Luiz Henrique quando voltou do bar, onde havia trabalhado toda a tarde de sábado ao lado do marido, José Gomes de Magalhães.

Além disso, Rafaela informou ainda que a garagem de sua casa sempre ficava aberta e que o pai do menino, Egladson Souza da Silva, estava consertando o carro do seu marido há ao menos dois dias.

Para o portal R7, Egladson afirmou que estava procurando o filho desde às 13h de sábado. Por volta das 18h ele acionou a polícia informando o desaparecimento de Luiz Henrique.

Bebê morre após ser esquecido dentro de carro

No início de agosto, um bebê de três anos morreu após ter sido esquecido por cerca de 15 horas dentro do carro dos pais. O caso aconteceu em Hodges, no Alabama, Estados Unidos. Segundo informações dos investigadores, o pai da criança, Brandi Burks, de 21 anos, e a mãe, Dakota Fowler, de 20, deixaram Bentley Fowler dentro do carro por volta das 23h30 de sábado (8).

Depois disso, os dois teriam ido dormir e só deram falta do filho no domingo (9), às 15h. Assim que foi descoberto o corpo do pequeno, o casal tentou chamar socorro. Para a imprensa local, Franklin Country, xerife responsável pelo caso, afirmou que houve negligência, já que “segundo depoimentos coletados”, foi constatado que os pais esqueceram o bebê dentro do veículo.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!