Um garoto de 9 anos foi encontrado morto após uma queda do quarto andar de um prédio em Belo Horizonte. A tragédia abalou os moradores da cidade na manhã desta quarta-feira (19). De acordo com o portal R7, o menino morreu ao cair da janela do quarto andar do prédio onde morava com os pais.

Polícia investiga o caso

O edifício onde a família mora fica na avenida Arthur Bernardes, no bairro Santa Lúcia, região centro-sul de Belo Horizonte.

A Polícia Militar foi acionada e, segundo as primeiras informações repassadas pelos agentes de segurança, o garoto foi encontrado já sem vida após a queda de uma altura de aproximadamente 15 metros.

O garoto teria tentado deixar o prédio

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o garoto teria tido uma desavença com a mãe por causa do uso excessivo do computador. Ele estava em casa apenas com a empregada, um pouco antes da queda ocorrer.

Após ser impedido de sair, ele voltou para o apartamento da família. A perícia da Polícia Civil segue avaliando as possibilidades que ocorreram referente ao caso.

Família do garoto está em estado de choque

A PM informou que a empregada estava desesperada. Segundo o relato, ela revelou que no momento da queda estava fazendo o almoço e foi avisada pelo porteiro que o garoto teria pulado da janela.

A empregada revelou ainda que a mãe da criança havia saído de casa para levar a avó ao médico, contudo, antes de deixar o apartamento, teria discutido com o filho e tirado o computador da criança o que teria lhe deixado muito irritado.

Segundo o major da Polícia Militar Mauro Júnior, que atendeu a ocorrência, a família do garoto informou que ele não tinha problemas psicológicos.

Não há informações sobre o velório e enterro do garoto.

Caso Miguel

Este acidente que aconteceu nesta manhã em Belo Horizonte remete ao caso do garoto Miguel, de 5 anos, que morreu no último dia 2 de junho, ao cair do nono andar do prédio de luxo no Recife (PE), onde a mãe trabalhava como empregada doméstica.

A morte de Miguel comoveu o Brasil. Sarí Côrtez, patroa de Mirtes, mãe do garoto, o deixou sozinho no elevador. Imagens de câmeras de segurança mostram o menino deixando o elevador pouco antes de cair para a morte.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco informou que Sarí Corte Real recebeu o mandado de citação como ré no processo da morte de Miguel nesta quarta-feira (19) e agora os advogados da ex-patroa de Mirtes tem 10 dias para apresentar a defesa.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!