Uma situação bastante constrangedora ocorreu no bairro da Penha, no Rio de Janeiro. Uma menina de apenas 11 anos foi submetida a uma posição humilhante por um funcionário de um estabelecimento que vende doces. Desconfiado de que a criança havia entrado na loja para furtar, o funcionário fez com que ela levantasse a blusa como prova de inocência.

O ato foi justificado pela aparência física da criança. De acordo com o próprio funcionário responsável pela abordagem, ele teria desconfiado dela devido à cor e ao cabelo afro da jovem. As declarações foram realizadas durante um pedido de desculpas realizado pelo funcionário à família da vítima.

O caso

Tudo ocorreu no fim de setembro, no entanto, a situação só se tornou pública graças a atitude da irmã mais velha da menina, que fez um post onde relatava tudo em suas redes sociais. Após a publicação da jovem de 19 anos, que trabalha como operadora de telemarketing, a notícia explodiu nas redes sociais, causando a revolta e indignação de grande parcela de internautas.

Ainda no post, a irmã mais velha relatou que o funcionário teve a ousadia de declarar que eles precisam mesmo desconfiar, agindo com toda a naturalidade do mundo. Ele ainda alegou que a loja passa por um problema com crianças que vêm das comunidades no intuito de realizar furtos. Outra razão que levantou suspeitas de acordo com o funcionário foi que, ao se abaixar, o cabelo da menina acabou cobrindo o seu rosto.

Ida à loja

A menina havia ido ao estabelecimento a pedido de sua mãe. Sua irmã mais nova estaria fazendo aniversário e, para comemorar os três aninhos de vida, a vítima deveria comprar algumas pipocas. Ainda de acordo com a postagem da irmã mais velha, a menina foi abordada no momento em que guardou seu aparelho celular no bolso e se abaixou para pegar as pipocas que estavam localizadas nas prateleiras mais baixas da loja.

O gesto foi o suficiente para que o funcionário a abordasse sob suspeita de furto e a questionasse. Mesmo com a negativa da menina que garantiu que não tinha furtado nada, o homem fez com que ela levantasse a sua blusa para provar sua inocência. A situação foi tão constrangedora para a garotinha que ela começou a chorar em pleno estabelecimento.

No momento do ocorrido a loja estava repleta de clientes e ela acabou se sentindo humilhada e bastante constrangida.

Família

Assim que saiu do estabelecimento, a menina voltou para a casa e contou o que havia acontecido para toda a família. Os familiares então se dirigiram ao estabelecimento, onde foram atendidos pelo próprio homem que humilhou a criança, que mais uma vez confirmou que a abordagem ocorreu devido ao tom de pele e cabelo afro da menina.

A irmã relatou ainda que a Polícia foi acionada, no entanto, eles argumentaram que não havia possibilidade de enviar uma viatura ao local e orientaram a família a registrar uma ocorrência de forma on-line. A irmã afirma que o caso foi registrado.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!