Sob o mote “Para toda a Câmara ter voz”, o deputado federal Arthur Lira (PP/AL) lançou nesta quarta-feira (9) sua candidatura à presidência da Câmara dos Deputados. Este lançamento ocorreu na sede do PP, no Senado Federal. O pleito eletivo está previsto para o dia 1º de fevereiro de 2021.

Já a vice-presidência da Câmara está alinhada ao nome do deputado Marcelo Ramos do Partido Liberal (PL/AM). Nesta caminhada ao cargo federal, Arthur Lira conta com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Chapa de Arthur Lira tem apoio do Centrão

Segundo o G1, Ramos, que deverá concorrer ao cargo de vice, contra o candidato que o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM/RJ) optar por dar seu apoio, pretendia lançar-se como candidato ao cargo.

Em recente avaliação, os ministros do Supremo Tribunal Federal, obedecendo à Constituição Federal, proibiram a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ). Atualmente, Arthur Lira, lidera a cúpula do Centrão na Câmara, formada ainda pelos partidos: Patriotas; Partido Liberal (PL); Solidariedade; Partido Social Democrático (PSD); Avante; Partido Social Cristão e Partido Republicano da Ordem Social (Pros).

Reunindo 135 deputados, o Centrão declarou apoio ao presidente Jair Bolsonaro no mês de maio desse ano.

PTB simpatiza com Arthur Lira

Presente ao evento de Arthur Lira, o presidente do PP e senador da República Ciro Nogueira (PI) informou que o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), presidido por Roberto Jefferson, também vem aderindo à candidatura Lira.

No discurso oficializando a candidatura, Arthur Lira enfatizou a importância de dialogar, respeitando oposição, minorias, o regimento e a autoridade, do Poder Legislativo.

Deve-se ainda observar as correntes ideológicas e a pluralidade de pensamentos, entende o candidato à presidência da chamada "Casa do Povo". Em seu possível mandato, as pautas serão submetidas à apreciação dos deputados.

Mesa Diretora

O site da Câmara informa que neste pleito para eleição da presidência da Câmara, também serão escolhidos integrantes para a Mesa Diretora, agregando: dois vices-presidentes e quatro secretários com suas respectivas suplências.

Pelo portal, Lira destacou em sua abordagem no evento, que os encargos das relatorias serão feitos em conformidade com a proporcionalidade partidária.

Além disso, os relatores terão autonomia nos seus pareceres, possibilitando que através de emendas e destaques, o Colegiado, eleja o melhor texto.

Além de Ciro Nogueira, na mesa da cerimônia de oficialização da candidatura de Arthur Lira à presidência da Câmara estiveram sentados os deputados Diego Andrade (PSD/MG); o líder do Patriota de Minas Gerais, Fred Cota; o líder do PL da Paraíba, Wellington Roberto; Luíz Tibé, líder do Avante, de Minas Gerais; Zé Silva, líder do Solidariedade de Minas Gerais; Margarete Coelho, liderança do Progressista no Piauí, Eros Biondini, líder do Pros/MG e André Ferreira (PSC/PE).

Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!