Um homem de 39 anos morreu no último final de semana em Praia Grande, litoral de São Paulo, após ser empurrado pela namorada e cair batendo a cabeça. A namorada de Marcos Ramos, de 31 anos, está grávida de gêmeos e foi presa em flagrante.

Homem morre após briga com namorada

Segundo a mulher, ela e o namorado tinham acabado de voltar da praia quando eles começaram uma discussão por causa da chave do portão, que ele não estava encontrando. Ela contou aos policiais que durante a discussão, Marcos teria dado um soco em sua cabeça e para se proteger, ela o empurrou. A grávida contou que o parceiro caiu no solo, vindo a bater a cabeça fortemente.

Apesar de o socorro ter sido chamado para atender o homem, eleS só puderam constatar o seu óbito, visto que não resistiu aos ferimentos da queda. Ela foi presa e levada para a delegacia e poderá responder por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

Richard Henrique Marques Lopes, que é filho de criação de Marcos, contou que seu pai realizava trabalhos voluntários como professor de capoeira, além de trabalhar com carteira assinada em uma empresa. O rapaz contou que o pai estava muito feliz e animado com a chegada dos filhos biológicos e que havia dito que estava realizando um sonho.

Família fala sobre morte de Marcos Ramos

Richard contou que Marcos e a sua mãe tiveram um relacionamento por 15 anos e que o mesmo nunca a machucou.

O rapaz contou que o homem entrou em sua vida quando ele tinha apenas dois anos e o considera o seu pai, pois foi ele quem cuidou do mesmo e educou-o, como se fosse pai de verdade.

Ele ainda elogiou o trabalho do pai, que dava aulas de capoeira para crianças como voluntário, e disse que ele sempre foi uma pessoa amada e querida pela sua família. O jovem revelou que a namorada de Marcos estava no terceiro mês de uma gravidez gemelar e que o casal estava junto há pouco mais de um ano.

Richard contou que sempre se encontrava com o pai e que ele estava muito feliz para o nascimento das crianças, que sempre sonhou em ser pai biológico. Segundo o rapaz, apesar de não se verem diariamente, eles sabiam que podiam contar um com o outro quando precisassem. Muitas pessoas usaram as redes sociais para se despedir do homem, entre eles familiares e pessoas que o tiveram como professor de capoeira.

O filho dele disse que através do trabalho voluntário, Marcos ajudou a tirar muitos jovens das drogas, bebidas e que ajudou a levar para o esporte jovens que poderiam estar nas ruas. O jovem disse que a morte do pai dói muito, mas que ele estará para sempre em seu coração. Neuza Maria Ramos de Oliveira, de 60 anos, é mãe de Marcos e também falou sobre a morte do mesmo.

A mulher falou que todas as mães conhecem seus filhos e que Marcos nunca foi uma pessoa agressiva. Segundo ela, ele era o irmão mais velho e exemplo para os outros. Ela falou ainda que o mesmo não tinha ficha criminal e não era violento com as mulheres, e que além disso, era apaixonado por esportes, educado, e que não fazia uso de drogas.

A mulher pediu que a morte do seu filho seja investigada, pois quer saber como as coisas ocorreram.

Ela garante que não deseja vingança, nem mesmo o mal para ninguém, ainda mais que a namorada do filho será a mãe dos seus netos. A mulher também confirmou que o homem estava muito feliz em ser pai e que está sentindo muito a sua morte.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!