A Miss Campo Largo Petite 2020, Tatiane Boruk de Freitas, paranaense de 27 anos, pode ficar sem andar após ser baleada em um assalto. Ela está internada em Curitiba, no Hospital Cajuru, desde a última segunda-feira (25).

Tatiane foi vítima de um assalto no bairro Campo Comprido, em Curitiba. Ela está em estado delicado com uma bala alojada na coluna. A miss foi baleada com um tiro pelas costas. A situação de Tatiane é delicada, mas a família disse ao portal UOL que ela não apresenta risco de morte.

Segundo a família, a bala quebrou 3 vértebras da coluna de Tatiane e há um temor de que fique com sequelas graves, pois ela ainda não consegue movimentar os pés, e a bala pode permanecer alojada no corpo dela.

Família comenta estado de saúde de miss baleada em assalto

A família explicou ao portal UOL que Tatiane está bem, sem risco de morrer, entretanto, destacou que infelizmente ela terá que permanecer com o projétil no corpo porque não pode retirá-lo, ao menos por enquanto. Isto porque a área em que se encontra o projétil é sensível e fica perto do rim. A orientação dada pelos médicos é que ela precisará aguardar cicatrizar o local para só assim após um tempo poder retirar.

Família diz que miss pode ficar sem andar

A família também informou que Tatiane tem 50% de chance de ficar sem andar. A paranaense está sem a sensibilidade nos pés, apesar de sentir as pernas. A irmã da vítima, Talita Boruk, de 23 anos, afirmou ao portal UOL que tem esperanças de que ela ande novamente e que não fique com sequelas graves.

A irmã contou ainda que a miss está no hospital, consciente e abalada com toda a situação. A irmã ressaltou que Tatiane sempre se mostrou uma Mulher forte e acredita que ela vai conseguir superar mais esta situação.

Família acredita que criminosos queriam levar celular da miss

Tatiane foi vítima de um assalto. Os suspeitos queriam roubar o celular dela.

O caso segue sendo investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba, e a Polícia Civil não comentou nada sobre o caso até o momento.

A família contou ao UOL que a miss estava parada em um ponto de ônibus quando foi abordada por dois casais que pediram o celular dela. Segundo a família, a paranaense pode ter sido baleado quando tentou correr dos criminosos.

Apesar disso, a irmã afirmou que ainda não há nada de concreto, já que a família ainda precisa dialogar com a vítima para saber o que realmente aconteceu. Além de Tatiane, a família contou que os criminosos fizeram outra vítima no assalto, um homem que também estava no local.

Quando foi baleada, a paranaense foi levada por uma ambulância do corpo de Bombeiros para o Hospital Cajuru, em Curitiba.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!