O governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), inaugurou no sábado (20), em Guarulhos, uma unidade da Praça da Cidadania. A cidade de Guarulhos é administrada pelo prefeito Gustavo Henric Costa, o Guti (PSD). Localizada no bairro dos Pimentas, o centro foi projetado para oferecer à população local condições para práticas de inclusão social, como cursos de capacitação profissional para pessoas que se encontram em vulnerabilidade social.

Praça da Cidadania capacita profissionais

Na área criada na Praça da Cidadania para capacitação profissional e apoio ao empreendedor, os cursos serão ministrados pelo Centro Paula Souza.

Os interessados poderão participar de cursos nas áreas de gastronomia, beleza, informática, moda e administração. Para dar melhor suporte à população usuária da Praça da Cidadania, o espaço encontra-se estruturado com áreas para práticas de esportes, lazer e cultura. As crianças também foram contempladas com um parque infantil, área de convivência e espaço para jogos. As inscrições para este projeto podem ser feitas presencialmente no local ou pelo site Curso Fussp, na seção Cidadão, do portal do Governo de São Paulo.

Parceiros Praça da Cidadania

Segundo o site oficial do Governo de São Paulo, a Praça da Cidadania é um projeto desenvolvido em parceria do Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura Municipal de Guarulhos, além de empresários e comunidades locais.

A escolha pelo bairro Pimentas deve-se por se tratar de uma região considerada entre as mais vulneráveis da cidade. O bairro possui uma população de aproximadamente 157 mil habitantes e renda per capita de R$ 315,00,

Investimento no Praça da Cidadania

O programa Praça da Cidadania demandou investimento de R$ 2,4 milhões, totalmente custeado pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região.

Acompanhando João Doria neste evento, a primeira-dama do Estado, também presidente do Fundo Social de Solidariedade, Bia Doria, afirmou que o principal objetivo do projeto Praças da Cidadania é criar oportunidades para autonomia das pessoas das comunidades locais, colocando cursos de qualificação profissional ao seu alcance.

Ainda segundo Bia Doria, a instalação do projeto neste local reduz os obstáculos que os moradores teriam ao ter de se locomoverem para outras regiões.

Além disso, estes habitantes teriam que se preocupar com despesas dos meios de transportes e tempo de viagem. Outra característica desse projeto é o desenvolvimento que as Praças da Cidadania proporcionam nas regiões onde se encontram instaladas.

A participação do Governo do Estado de São Paulo no projeto Praça da Cidadania ocorre por meio das Secretarias de Infraestrutura, Meio Ambiente, Esportes, e Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU). O prefeito de Guarulhos acrescenta que a Escola será administrada pelo Instituto Cultural Olhando Por nós, com recursos financeiros do Fundo Social de Solidariedade do estado de São Paulo.

Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!