Publicidade
Publicidade

O Brasil é um país de muitas riquezas. Além de termos um povo maravilhoso, muito receptivo, temos muitos recursos naturais, já fomos grandes exportadores de café, minerais, entre outros; mas hoje, temos outras grandes riquezas, como o petróleo e, principalmente, um clima favorável e um oceano gigante que nos cerca, ou seja, temos muita água, o que pode vir a faltar algum dia...

Além disto, somos um país com muita natureza e florestas virgens, embora, é claro, uma grande gama de nossas florestas já tenham sido devastadas no passado. São também devastadas atualmente por nós mesmos, para que façamos nossas folhas e outras materiais que julgamos necessários. Somos rodeados pelas: mata atlântica e floresta amazônia. E o que elas tem de especial?

São muitas coisas, além de uma flora imensa e uma fauna maior ainda, elas tem vários produtos naturais que ajudam em fins medicinais e, ainda melhor, controlam o nosso clima. Mas existe aquela história de que a floresta amazônica é o pulmão do mundo, será mesmo que isto é verdade?

Não! É uma grande mentira. Embora tenhamos, é claro, uma grande floresta cheia de recursos naturais em nosso terreiro, não é ela que é o pulmão do mundo. Mas por quê? Por que as árvores, plantas em geral, devolve todo o CO2 que elas capturam ao final da noite quando não praticam mais a fotossíntese, ou seja, todo o O2 e CO2 que elas produzem a absorvem acabam por se tornar nulos no período noturno, onde elas liberam CO2 novamente e capturam outros gases. Portanto, não é a nossa floresta amazônica o pulmão do mundo. Mas quem são?

Biologicamente, consideram-se as algas o pulmão do mundo. É isto mesmo, estou dizendo que o oceano é o pulmão do mundo, é ele que produz a maior parte do gás oxigênio que consumimos durante toda a nossa vida, e devemos isto às algas que nele se encontram, que também realizam fotossíntese produzindo oxigênio no final deste processo bioquímico.

Portanto, não está na terra o pulmão do mundo, está na água, o que é mais controverso ainda, porque é bem ela que pode enxaguar nossos pulmões de água e nos tirar a vida. Biologia estranha, não é?