Um surto de sarampo, com quase 2.800 casos confirmados da doença nos últimos 90 dias e ao menos quatro mortes --três em São Paulo e uma em Pernambuco--, tem sido motivo de preocupação para muitas pessoas. Muitos brasileiros não sabem como está o calendário de vacinação e nem mesmo se já foram imunizados contra a doença, e alguns nem possuem mais o cartão de vacinação de quando eram crianças. Muitas pessoas não sabem se devem tomar agora a vacina para se proteger da doença.

Quem deve se vacinar?

Devem tomar a vacina contra sarampo todas as pessoas com idade entre 6 meses e 49 anos. A primeira dose da vacina deve ser tomada com 1 ano de idade e a segunda dose é dada aos 15 meses de vida. Duas doses da vacina são suficientes para estar protegido da doença.

Com o grande aumento de casos da doença no país, o Ministério da Saúde lançou a "dose zero" ou "dose extra", que deve ser dada às crianças de 6 meses a 1 ano de idade. Essa dose não dispensa as doses de 1 ano e de 15 meses, como o próprio nome diz, é uma dose extra.

Vacina nos adultos

As pessoas de 1 a 29 anos precisam tomar duas doses da vacina para estarem protegidos contra a doença. Se alguém não tomou nenhuma dose da vacina ou se tomou apenas a primeira dose, deve procurar um posto de saúde para que possa ser imunizado.

Da mesma forma, se a pessoa não sabe se tomou as vacinas ou se perdeu o cartão de vacinação, é recomendado que busque orientação em um posto de saúde.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Saúde

As pessoas que já tomaram as 2 doses não precisam se preocupar, pois a vacina não tem prazo de validade e as mesmas estão protegidas.

Quem tem de 30 a 49 anos de idade precisa tomar só uma dose da vacina de sarampo. Para quem estiver nesta idade e não se lembra se foi vacinado ou se estiver perdido o cartão, a orientação é que vá a um posto de saúde e tome a vacina.

A vacina é contraindicada para as mulheres que estão grávidas.

Por conterem o vírus vivo, as chances de contágio ou complicações são maiores, visto que as gestantes possuem imunidade um pouco mais baixa.

Pessoas que nasceram antes de 1960 não precisam se vacinar, visto que já entraram em contato com a doença e já criaram anticorpos contra ela.

As mulheres que foram imunizadas em 2008 contra a rubéola e as crianças de 1 a 4 anos que foram imunizadas no ano passado já estão protegidas contra o sarampo, visto que a vacina tríplice viral que foi dada na época é válida contra o sarampo também.

Transmissão do sarampo

Vale lembrar que o sarampo é transmitido através da tosse, dos espirros, da fala e até da respiração, o que faz com que a doença seja facilmente transmitida para as pessoas próximas, que não são vacinadas e que convivem com o doente.

Sintomas

Os principais sintomas do sarampo se assemelham aos de uma gripe, com febre, tosse, olhos irritados, nariz entupido e mal-estar.

Após 3 ou 5 dias, surgem manchas avermelhadas no corpo.

Se nesse período a febre insistir, é preciso ficar atento, principalmente com as crianças com menos de 5 anos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo