Muitos boatos na internet surgiram culpando a China pela disseminação do vírus. Diversas pessoas alegam até que houve manipulação do vírus para obter vantagens econômicas, mas análises comprovam e estão sendo apresentadas claramente que não é possível que o vírus seja uma construção de laboratório e tampouco manipulado propositalmente.

Um estudo realizado por cientistas da Inglaterra, Austrália e Estados Unidos, e publicado nesta terça-feira (17) na revista Nature Medicine, chega à conclusão de que o novo coronavírus (SARS CoV-2) não foi construído em laboratório, e sim provocado naturalmente.

O resultado faz cair por terra teorias da conspiração sobre uma suposta manipulação do coronavírus pela China.

Coronavírus é de origem natural, diz estudo

De acordo com os experimentos bioquímicos realizados com o coronavírus, os cientistas detectaram duas particularidades que não poderiam ser fabricadas em laboratório: uma delas é a estrutura central do organismo, que é dissemelhante a outro vírus, conforme disseram os cientistas. A manipulação do vírus em laboratório deveria partir da estrutura de outro vírus com resultado comum.

A segunda particularidade deste coronavírus é a sua soberania de elo ao seu receptor, pois é de grande afinidade às células receptoras humanas, assim como a de outros animais, como gatos, furões e demais espécies, tornando sua transmissão tão decisiva.

Portanto, a disseminação do vírus foi tão eficiente e se espalhou rapidamente, pois, segundo o estudo, a evolução consentiu ao coronavírus se unir com mais facilidade aos hospedeiros de forma espontânea, sendo que a espécie passa por diversas mutações naturais para se adequar e sobreviver às exposições de cada tipo de ambiente, para melhor se acomodarem.

Ainda não é possível provar a origem do vírus. Segundo os estudos há dois panoramas que podem ser de um hospedeiro humano ou de outras espécies, como o pangolim e o morcego.

Caso de coronavírus no Brasil

Sobe o número de casos confirmados com coronavírus no Brasil, chegando a 621 infectados em 20 estados e no Distrito Federal, de acordo com o balanço oficial da Saúde, sendo que duas mortes foram confirmadas no Rio de Janeiro e mais cinco em São Paulo, totalizando sete mortes pelo vírus no país.

Há casos confirmados do novo coronavírus em quase todo o território brasileiro. Apenas Rondônia, Roraima, Piauí, Maranhão, Mato Grosso e Amapá ainda não manifestaram nenhum caso. Demais estados apresentaram pelo menos um caso. O estado de São Paulo de destaca com 286 infectados.

Não perca a nossa página no Facebook!