Os cravos e as espinhas são realmente indesejáveis. Aparecendo geralmente na fase da adolescência, podem ser um arrasador de autoestimas. Entretanto, não se deve preocupar com isso. Afinal, é apenas uma manifestação natural do corpo.

Embora seja difícil reconhecer e aceitar isso, é fundamental para conseguir buscar a ajuda necessária e assim deixar os cravos e as espinhas num passado.

Até porque, quem não se incomoda com cravos no nariz e em outras partes do rosto? Em primeiro lugar, aqui vai um conselho: é essencial resistir à tentação de espremê-los. Isso pode causar outros problemas à pele, como manchas e cicatrizes.

O aparecimento de cravos e espinhas no rosto

Os cravos são causados ​​pelo acúmulo excessivo de sebo ou óleo nos poros, que são bloqueados e levam ao desenvolvimento de cravos ou espinhas. O acúmulo de óleo acabará por atrair bactérias e quebrá-las, irritando e deteriorando ainda mais a pele.

Os cravos pretos aparecem quando os poros dos quais saem as glândulas sebáceas são bloqueados ou quando as substâncias oleosas produzidas por estas glândulas aumentam. Quando este cravo é infectado por bactérias comuns em nossa pele, a acne aparecerá.

Removendo cravos e espinhas

Existem algumas técnicas básicas que podem ajudar na remoção segura de cravos e espinhas da chamada região T do rosto. Entretanto, é sempre importante ressaltar que é fundamental a visita a um profissional de dermatologia para que ele indique o melhor tratamento possível para a pele do paciente.

Limpeza adequada da pele

Primeiro, é preciso lavar o rosto com água morna e sabonete líquido neutro. Além disso, um algodão embebido em água micelar pode ser esfregado na pele para remover completamente toda a sujeira e o excesso de óleo da pele.

A limpeza da pele deve ser feito duas vezes por dia, com calma, logo após acordar e antes de dormir.

Esfoliação básica

Uma opção também é fazer a esfoliação da pele, utilizando produtos de granulação fina, que devem ser usados ​​para esfoliar duas ou três vezes por semana a pele, a fim remover os cravos mais superficiais, mantendo a pele mais limpa.

O método ideal é realizar esse procedimento durante o banho, pois os poros estarão aberto, e, assim, para diminuir as microlesões no rosto.

Vaporização após esfoliação

A vaporização também ajuda a remover cravos e espinhas. Deve ser feito após o uso de um esfoliante, podendo ser feito durante o processo de banho, com o calor do chuveiro ou com água quente da bacia, de forma que o rosto fique em contato com o vapor por apenas alguns minutos.

Depois disso, o esfoliante pode remover cravos com maior facilidade.

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!