O filósofo #Nietzsche é, sem dúvida, um dos intelectuais mais lido, debatido e contestado do século XX. Como filólogo, crítico cultural, poeta e compositor prussiano, deixou uma vasta obra. Dentre os seus livros mais famosos, destacam-se: Humano, Demasiado Humano, um Livro para Espíritos Livres; Assim Falou Zaratustra, Um Livro para Todos e para Ninguém; Além do Bem e do Mal, Prelúdio a uma Filosofia do Futuro.

Como escritor, Nietzsche foi um pensador totalmente revolucionário [VIDEO], seja pela linguagem, pelas ideias ou pela forma como expunha seus pensamentos. Odiado por uns e amado por muitos, Nietzsche inaugurou o estilo aforismático na literatura, que consiste em trechos concisos, muitas vezes de uma só página, e dos quais são máximas carregadas de múltiplos significados.

Dessa forma, muitas de suas frases se tornaram famosas, sendo repetidas nos mais diversos contextos, países e culturas. Contraditoriamente, algumas delas são utilizadas em empresas, clubes e igrejas para motivar empregados, jogadores e fieis a atingirem à máxima potência.

No entanto, com o passar dos anos, e na medida em que Nietzsche vai sendo seriamente estudados, seus livros e pensamentos vão se tornando verdadeira “obra de arte” da mente humana. Ou seja, muitas de suas máximas, se colocadas em prática, servem como sábias lições para edificar a vida humana. Veja três de suas máximas!

I. “Nós, homens do conhecimento, não nos conhecemos; de nós mesmo somos desconhecidos".

O que será que o filósofo quis dizer com isso? Será que ele não está retomando o velho ditado do também filósofo Sócrates, que diz: "Conhece-te a ti mesmo"? Penso que sim! Para a Filosofia, e consequentemente para os filósofos, o ponto de partida é o autoconhecimento.

O homem que conhece a si mesmo pode conhecer e dominar o mundo. Ao contrário, o homem que não conhece a si próprio é facilmente controlado pelo outro e dominado pelo mundo.

II. "O amor é o estado no qual os homens têm mais probabilidades de ver as coisas tal como elas são."

Sim, o amor é a obra mais perfeita do ser humano [VIDEO]. Foi o evangelista João que disse: “Deus é Amor”. Na Idade Média, o filósofo e santo da Igreja Católica, Agostinho de Hipona disse: “Ama, e fazes o que queres”. Para o poeta Luis de Camões o “Amor é fogo que arde sem se ver; É ferida que dói, e não se sente; É um contentamento descontente; É dor que desatina sem doer”. Portanto, tem razão o filósofo Nietzsche, o amor é o estado no qual os homens têm mais probabilidades de ver as coisas tal como elas são.

III. "Em qualquer lugar onde encontro uma criatura viva, encontro desejo de poder."

Existe um ditado popular entre nós que diz: “Quer conhecer uma pessoa, dê #poder a ela”. Sim, é verdade, o poder pode transformar pessoas simples em ditadores.

O poder em suas várias faces, torna o ser vivo superior, e todos nós, homens e mulheres, desejamos ardentemente esse poder. Ninguém gosta de obedecer. Queremos sempre mandar. Mais uma vez Nietzsche tem razão: em qualquer lugar, em qualquer criatura viva, em qualquer ser humano encontra-se o desejo de poder.

Escolha uma dessas três máximas de Nietzsche que se encontram nesse texto e responda para você mesmo as seguintes questões: o que essa máxima (que você escolheu) está lhe dizendo? Como você pode colocá-la em prática? É possível ser solidário num mundo de egoístas? Para você é importante ser honesto? Que nota, de zero a dez você daria para a ética em sua vida?

Por fim, como não poderia ser, mais uma máxima Nietzsche: “os modos de vida inspiram as maneiras de pensar e os modos de pensar criam maneiras de viver". #Desejo