Heloisa de Carvalho é a mais velha dos oito filhos de Olavo de Carvalho. O nome da primogênita do auto-intitulado filósofo é um tabu para Olavo e seus seguidores. Ela está rompida com o pai há quase quatro anos, quando ela publicou uma polêmica carta aberta ao pai em que narra sua infância turbulenta e repleta de traumas.

Agora Heloisa lança em parceria com o filósofo e escritor Henry Bugalho um livro em que conta muitas dessas histórias polêmicas. A obra intitulada “Meu Pai, o Guru do Presidente - A Face Ainda Oculta de Olavo de Carvalho” foi lançada pela Kotter Editorial e está em pré-venda.

Seu lançamento oficial tem data prevista para 15 de janeiro.

Suposto abandono dos filhos

Heloisa de Carvalho, na obra, promete revelar para o grande público um lado do escritor que, segundo ela, ele tenta esconder. O livro fala das seitas esotéricas que ele teve suposto envolvimento, seu histórico de boemia e desregramento, e também suposta negligência e suposto abandono dos filhos.

Falso católico

Heloisa de Carvalho foi entrevistada pelo portal Universa e contou que não possui mais nenhuma relação com sua família desde 2017.

Segunda Heloisa, o objetivo desta obra é desmascarar as atitudes controversas de seu pai. Ela diz ainda que é falsa a declaração de Olavo de Carvalho que alega sempre ter sido devoto da Igreja Católica.

A filha do intelectual da direita diz que seu pai montou uma comunidade islâmica com 30 membros dentro da própria casa e que ele tinha várias esposas. “Eu fui casada no islamismo quando tinha 16 anos”, revela Heloisa ao portal Universa.

No livro, Heloisa de Carvalho revela que Olavo sempre teve atitudes agressivas e dá detalhes das várias ocasiões em que o lado violento do morador da Virginia, nos Estados Unidos, teria se manifestado contra a família. Ainda são relatadas no livro as corrupções de seu pai. “O objetivo dele sempre foi ter muita influência e poder”, declara Heloísa, que também revela que seu pai aplicou golpes financeiros em amigos e na própria editora em que seus livros eram editados.

Mesmo tendo sofrido represálias e até mesmo ameaças, a filha do escritor aparenta estar confiante com relação ao lançamento do livro que ajudou a escrever e ela acredita que com esta obra ajudará a esclarecer algumas passagens obscuras da vida de Olavo de Carvalho.

Ela alega que não está com medo e não está constrangida, tem consciência de que irá sofrer muita agressão e violência. Ela disse que entrou em contato com amigos com ligações com a polícia, até mesmo um delegado, e afirma que se algo lhe acontecer, “eles vão saber”.

Não perca a nossa página no Facebook!