O filme "007: Sem Tempo Para Morrer" está sendo aguardado ansiosamente pelos fãs da franquia por diversas razões.

Uma delas é que o longa-metragem dirigido por Cary Fukunaga é a despedida do ator Daniel Craig do agente com licença para matar.

A ansiedade dos fãs da franquia (e de Daniel Craig) só faz aumentar devido aos seguidos adiamentos da estreia do filme por causa da pandemia do novo coronavírus.

Tradição

Os fãs de James Bond sabem que a cada filme lançado sobre o espião irão encontrar vários elementos da mitologia do personagem.

Haverá sempre a presença de belas mulheres, que irão ter algum tipo de envolvimento amoroso com o agente, as chamadas "Bond Girls".

As aventuras do herói, invariavelmente, irão visitar vários países da Europa e também de outros lugares do mundo. O espião em algum momento em seus filmes irá dizer: "Meu nome é Bond, James Bond".

As cenas que já foram vistas nos trailers de "007: Sem Tempo Para Morrer" já revelaram que todos os elementos supracitados estarão na produção que marca a despedida de Craig do papel.

Outra tradição da franquia é que os filmes se iniciem com uma sequência de abertura em que quase sempre o protagonista aparece envolvido em uma perseguição de carro e na primeira cena aparece James Bond.

Como informou o The Wall Street Journal, esta ultima tradição não estará no novo filme de Bond. O jornal descreveu a abertura do filme como sendo lenta e com grande impacto e a abertura ainda será falada em francês e terá legendas.

A sequência inicial será focada na infância de Madeleine Swan (Léa Seydoux). Os pais da personagem serão mortos por Safin, o vilão da trama que é vivido por Rami Malek, ou seja, nada de James Bond.

No mesmo artigo do The Wall Street Journal, o cineasta Cary Fukunaga revelou que a máscara japonesa tipo Noh, se compara com a máscara do palhaço Pennywise do filme "It: A Coisa".

O cineasta chegou até mesmo a ser cogitado para assumir o comando da franquia de filmes baseada na obra de Stephen King, mas a vaga acabou ficando para Andy Muschietti. Então fica clara a influência.

Além de Léa Seydoux e Remi Malek, também estão no elenco Ralph Fiennes, Naomi Harris, Jeffrey Wright, Ben Wishhaw e Ana de Armas.

Com a despedida de Daniel Craig, vários nomes de atores para assumir o papel vem surgindo na mídia.

Há muito tempo o nome de Idris Elba vem sendo dado como um dos principais concorrentes para a cobiçada vaga, recentemente, outro rumor afirmava que Tom Hardy estava garantido para personagem.

Mas contrariando tudo o que vem sendo divulgado, a produtora da franquia, Barbara Broccoli, garantiu em entrevista a Total Film que ainda não foi escolhido o nome para o disputado papel.

Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!