A Amazon Studios fez uma parceria com a produtora especializada em filmes de terror Blumhouse. A série de filmes que serão lançados pela Amazon Prime Video levou o nome de "Coletânea do Terror".

A intenção da Blumhouse é, ao longo dos meses, colocar no mercado produções com temas mais sombrios e lançar novos diretores.

O segundo filme do projeto é "Mentira Incondicional" (The Lie). A primeira produção da Coletânea do Terror foi "Black Box", ambos foram lançados na última terça-feira (6).

A produção de 1h33 foi escrita e dirigida pela cineasta Veena Sud e foi inspirado no filme alemão "Wir Monster" (Nós Monstros, em tradução livre).

Embora esteja sendo classificado como terror por muitos sites especializados, "Mentira Incondicional" está mais para uma mistura de drama, thriller policial e suspense.

Concorrência

O trio de protagonistas do longa é conhecido por suas participações em outras plataformas de streaming.

A atriz Joey King ficou famosa pela franquia de filmes da Netflix "A Barraca do Beijo". Ela interpreta uma adolescente de quinze anos, chamada Kayla.

Peter Skarsgaard (An Education) é Jay, o pai da adolescente, um músico de relativo sucesso. Mirelle Enos dá vida à advogada Rebbeca, a mãe de Kayla. Os pais da adolescente são separados.

A trama

Jay está levando sua filha para um evento de dança, no meio do caminho eles encontram Britney (Devery Jacobs), a adolescente é a melhor amiga de Kayla.

Durante o trajeto, Britney aparenta estar se insinuando para Jay. O que desgrada Kayla. Britney pede para que o músico pare, pois ela precisa urinar.

As adolescentes se afastam do carro, enquanto Jay as espera. Ele então ouve um grito, corre para saber o que aconteceu e encontra somente sua filha em uma ponte.

Jay tenta, sem sucesso, encontrar Britney no rio congelado.

Quando ele pega o telefone para avisar a polícia, Kayla confessa que matou a melhor amiga.

Jay leva a filha de volta para casa e conta à ex-esposa o que aconteceu. Enquanto a filha aparenta estar em eatado de choque, pai e mãe decidem que irão mentir sobre o que realmente aconteceu para protegerem a filha.

A produção se inicia com gravações em vídeo que mostram quando Jay e Rebecca ainda eram casados e Kayla era uma criança alegre.

O filme não deixa claro exatamente quanto tempo Jay e Rebecca estão separados. Tem um momento em que a advogada se surpreende por seu ex-marido ter uma namorada.

O relacionamento entre mãe e filha parece ser um pouco distante, Becca acusa Jay de não querer enxergar que Kayla é uma garota mimada.

A jovem mostra um comportamento ambíguo após a tragédia. Fica difícil para o público identificar qual é o problema da garota, que ora parece estar sofrendo com a tragédia para depois se comportar como se nada tivesse acontecido.

Potencial desperdiçado

A cineasta Veena Sud tentou contar uma história que fizesse as pessoas refletirem sobre uma situação limite, até onde as pessoas seriam capazes de chegar para protegerem seus filhos.

Infelizmente, "Mentira Incondicional" não teve sucesso em nenhuma dos pontos que quis abordar.

A trama parece querer que o espectador monte as peças do quebra-cabeça que centra a relação do trio de protagonistas. Contudo, falha ao dar fragmentos do passado da família.

Desta maneira, fica quase impossível para o público ter qualquer sentimento de empatia com estes personagens, principalmente com Kayla.

Praticamente nada na trama causa grande impacto. Nem mesmo a grande reviravolta em sua conclusão, é capaz de causar grande comoção no público.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!