A pandemia do novo coronavírus fez com que realizadores do mundo todo apostassem em novas maneiras de produzirem obras audiovisuais.

Uma destas produções estreou na última sexta-feira (16) na Netflix. A série "Distanciamento Social" (Social Distance) é uma criação de Hilary Weisman Graham.

A antologia de oito episódios com média de 20 minutos mostra as dificuldades e dramas de várias pessoas na pandemia, em episódios com clima de documentários.

A produção fictícia mostra em sua maioria um elenco de artistas desconhecidos. Mas alguns episódios contam com atores conhecidos do público, como é o caso de: Oscar Nuñes (The Office), Mike Colter (Luke Cage e Os Defensores) e Danielle Brooks (Orange is the New Black).

Novos formatos

A maneira como as histórias foram contadas na produção não é exatamente uma novidade para quem já assistiu filmes como: "Amizade Desfeita" (2014), ou ainda "Buscando" (2018).

Um exemplo desta maneira de contar uma história pode ser visto logo no primeiro episódio da série, protagonizado por Mike Colter.

Neste primeiro episódio é contada a história de Ike, um barbeiro que participa de um grupo de apoio para alcoólatras.

O protagonista está confinado em casa e participa das reuniões em um chat. O episódio vai mostrando a vida do protagonista, na maior parte do tempo, por meio de um laptop ou um smartphone.

A trama de Ike remete a um filme de Spike Lee e m seu início, há críticas ao tratamento da polícia à população negra.

E também uma crítica ao modo como os políticos estão lidando com a pandemia.

Mas tudo isso é mostrado de forma bem discreta, pois o foco ficou em como o protagonista lidou com a situação e o papel das redes sociais em seu isolamento.

Ike tenta se reinventar neste momento de crise, para passar o tempo, ele começa a interagir com as pessoas pelo Instagram.

E neste momento é mostrado inicialmente o quanto a interação com outras pessoas pelas redes sociais o ajudou.

Porém, como o mundo virtual não perdoa erros e falhas, Ike também sofreu com as opiniões cruéis e insensíveis de muitos usuários da rede social em relação ao seu drama.

O episódio protagonizado por Oscar Nuñez mostra o ator interpretando Miguel, um irmão mais velho que organiza um funeral online para o patriarca da família, mas as coisas não saem como o planejado por causa dos vários conflitos familiares e dificuldades técnicas com a inusitada situação.

Outro episódio bem-humorado é o que acompanha o relacionamento homossexual de dois homens que resolvem morar juntos na quarentena.

Danielle Brooks por sua vez protagoniza o episódio em que ela dá vida a uma enfermeira que tem que trabalhar, mas não tem com quem deixar sua filha. Ela resolve a situação de uma maneira inusitada, e nada recomendável.

Ainda que este capítulo seja conduzido de maneira leve, ele mostra uma situação dramática em que está presente novamente a crítica social.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Seriados
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!