5 curiosidades sobre o hábito de lamber dos cães

Os cães têm o hábito de lamber as pessoas e este comportamento pode ser explicado. (Reprodução/Helen Sílvia Batista)
Os cães têm o hábito de lamber as pessoas e este comportamento pode ser explicado. (Reprodução/Helen Sílvia Batista)

Entre algumas curiosidades sobre o hábito das lambidas dos cães estão a demonstração de afeto e a comunicação.

Quem tem um cachorro sabe o quanto eles gostam de cobrir tudo com suas lambidas, seja o rosto das pessoas, objetos pela casa e principalmente seus tutores, as possibilidades desse comportamento podem explicadas.

Na verdade muitos tutores chamam de beijinhos, e gostam dessa atitude, mas olhando mais atentamente para esse comportamento pode-se entender as lambidas de outras maneiras, como por exemplo, um gesto de afeição pelo seu tutor, ou apenas um comportamento de instinto existente de várias gerações.

1

Instinto animal

Ao nascer, as fêmeas, por instinto, lambem as crias para ajudá-las a respirar. Naturalmente já têm um primeiro contato com a língua. Especialistas dizem que é um comportamento de imitação, pois eles tiveram seu primeiro contato dessa forma. Como instinto, os cães também usam a língua para sentir o gosto das coisas. Eles possuem um órgão chamado vomeronasal, que se encontra na cavidade bucal, e sua função é aumentar a sensibilidade aos cheiros, além da questão hormonal. (Reprodução/Helen Batista)

2

Sinais de afeto e aprovação

Os cães estão sempre prontos para lamber seus tutores em qualquer lugar que puderem alcançar. Algumas pessoas se incomodam com esse comportamento, mas outras veem como algo normal e natural de um cão. A maioria adora chegar em casa e ser recebida pela alegria dos seus cães, para a maioria esse é um comportamento típico de um cão que convive em um ambiente de respeito e amor e assim demonstra sua afeição. Existem casos em que o tutor faleceu e o cão demonstrou tristeza. (Reprodução/Helen Batista)

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo