A Dieta da Proteína engloba, como já diz o nome, os aminoácidos tão conhecidos do cotidiano. As proteínas devem ser constantemente ingeridas, isso porque a mesma tem como função a construção da fibra muscular.

O consumo em demasia não está relacionado aos "marombeiros" de plantão à toa. No entanto, a proteína pode ter uma função muito mais abrangente do que tão somente proporcionar ganho de massa muscular.

As dietas que utilizam de proteína, em sua maioria, buscam elevar o consumo deste nutriente, e, consequentemente, diminuir em demasia a ingestão de carboidratos. Isso porque a proteína é uma molécula bastante complexa de quebrar no organismo.

O tempo de digestão aumenta, e a fome é saciada por um largo intervalo de tempo. Além disso, a absorção de proteínas possui uma maior porcentagem de aproveitamento de nutrientes. Ou seja, ingerir proteínas é ingerir quase 100% do que o alimento tem a oferecer, além dos aminoácidos contidos.

A Dieta da Proteína tem como objetivo principal provocar a queima natural da gordura pelo corpo. O trabalho da digestão quebrará moléculas de proteína durante a digestão lenta.

Dessa forma, o corpo usará reservas energéticas de gordura para seguir queimando ao longo do processo de digestão dos aminoácidos que ainda estão presentes no trato digestivo. Assim, o emagrecimento ocorre, devido à grande energia utilizada pelo corpo.

É o corpo emagrecendo o corpo.

Dieta da Proteína: secando a barriga e perdendo peso

A Dieta é atestada por estudos realizados ao largo destes anos de desenvolvimento. As pesquisas mostraram a eficiência do processo, e sustentam o sucesso da dieta.

A facilidade de seguir a dieta da proteína tem muito a ver com a possibilidade do corpo em conduzir a perda de peso, sem uso de qualquer aditivo, privação ou extremismo no momento de “fechar a boca”.

Isso torna a dieta muito atrativa, porque o corpo acaba conduzindo todo o processo a partir do que se ingere. As reservas energéticas queimarão as próprias reservas, sem que haja efeitos colaterais.

A ideia foi desenvolvida pelo Dr. Robert Atkins, e denominada como A Nova Dieta Revolucionária (Dieta Low Carb ou simplesmente Dieta da Proteína), esta criação tem por objetivo a redução drástica de consumo dos carboidratos.

A ideia é atingir a Cetose (processo responsável pela mudança do metabolismo corporal que acomete o consumo das próprias reservas energéticas). Segundo Atkins, a dieta funciona da seguinte maneira: as pessoas precisam comer até se sentirem satisfeitas, mas que não sintam-se estufados. Esta é a quantia correta.

Fases da Dieta da Proteína

Para desenvolvimento da dieta, etapas deveriam ser criadas. A organização é a base da dieta, e é através de cada uma destas quatro fases, que o sucesso na mesma surgirá. Confira:

FASE 1 – Indução à Cetose

Durante o primeiro período que totalizará 15 dias, é fundamental não passar das 20g de ingestão de carboidratos na dieta. O corpo será preparado para um período maior de abstinência elaborado para a dieta.

Em alguns casos em que a perda de peso precisa ser abrupta (algo como 15kg, por exemplo), o recomendado é que haja intercalação.

Dois dias intercalados neste período, onde a ingestão moderada de carboidratos é liberada. Essa interrupção necessita ser pontual e precisa para não desconfigurar a dieta.

FASE 2 – Perda de Peso Continuada (PPC)

A segunda fase compreende a adição de produtos naturais à dieta. Neste momento a perda de peso se torna mais visual, com a percepção numa diminuição da circunferência da cintura. Dentro os alimentos a serem adicionados estão as frutas, os legumes (principalmente), as sementes, os sucos, os chás, os laticínios e entre outros. Essa fase é essencial ser seguida à risca.

FASE 3 – Pré-Manutenção

A terceira fase só poderá começar quando o peso desejado for atingido após as duas primeiras fases. O limite de carboidrato sobe para 100g diárias, distribuídas igualmente ao longo do dia. O objetivo principal desta fase é a preparação para a última fase da Dieta da Proteína.

FASE 4 – Manutenção

O período de manutenção é o último. Após o árduo trabalho com o metabolismo atingindo a Cetose, há uma percepção do equilíbrio de ingestão correta de carboidratos. A variação deve sempre ficar entre 200g e 500g, o que caracteriza estar completamente saudável. Nesta fase, é indicado pesar-se a cada 15 dias para checar se a manutenção está funcionando.

Dieta da Proteína: eficiência e costume

Ela tem esse objetivo: educar. Quem busca uma reeducação alimentar sob o que se consome diariamente, esta é a dieta ideal. Ela educa, ensina e, de sobra, auxilia na manutenção do corpo.

Através desta dieta será possível conquistar uma vida nova. Uma nova silhueta não será apenas sonho, como uma realidade muito próxima. A Dieta da Proteína tem como foco não só a redução de peso, mas uma educação por uma vida mais saudável e próspera que o futuro merece.

Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Dieta
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!