5 jogadores que rejeitaram seleções tradicionais por amor aos seus países

Bale rejeitou defender a Inglaterra. (Arquivo Blasting News)
Bale rejeitou defender a Inglaterra. (Arquivo Blasting News)

Por verdadeiro amor aos seus respectivos países, jogadores rejeitaram atuar por seleções tradicionais

Não perca as atualizações mais recentes
Clique nos tópicos de interesse e comece a segui-los. Nós vamos sempre te manter atualizado com as principais notícias.
clique para ver o vídeo
Cinco jogadores que lamentaram a morte de Maradona
1

Gareth Bale - País de Gales/Inglaterra

No começo da brilhante carreira no Tottenham, especulou-se a possibilidade de Bale atuar pela Inglaterra. Contudo, o próprio jogador rechaçou a ideia e preferiu defender as cores de seu país natal, o País de Gales.

Ver essa foto no Instagram

+3! Great feeling to score and very happy with the win! ⚽️💪🏼 #COYS

Uma publicação compartilhada por Gareth Bale (@garethbale11) em

2

Alejandro Bedoya - Estados Unidos/Colômbia

Bedoya sempre se destacou no futebol dos EUA. Mesmo tendo nascido no país, o jogador tem pai colombiano, o que permitiria atuar pelo país da América do Sul. Contudo, Bedoya decidiu ser fiel à sua casa.

Ver essa foto no Instagram

A goal and 3 points! Yessir! 😝🤪 #DOOP

Uma publicação compartilhada por Alejandro Bedoya 🇨🇴🇺🇸 (@alebedoya) em

3

Christian Pulisic - Estados Unidos/Croácia

Com origens da Croácia, Pulisic poderia optar por defender a seleção da Europa, mas preferiu atuar pelo país norte-americano.

Ver essa foto no Instagram

What a performance today🔵 felt great to be back😁 @chelseafc

Uma publicação compartilhada por Christian (@cmpulisic) em

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!