A busca pelo Auxílio Emergencial e pedidos de Seguro-Desemprego levou a Prefeitura a anunciar a reabertura de 9 unidades do CATE (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo).

O CATE, que oferece serviços como encaminhamento para vagas de emprego, oficinas de qualificação profissional e emissão de carteira de trabalho funcionará apenas para tratar sobre o Seguro-Desemprego e Auxílio Emergencial.

Não são poucos os relatos de pessoas que deram entrada no Auxílio Emergencial e até o momento não obtiveram resposta, por exemplo, ou o pedido negado. Igualmente há uma expressiva quantidade de pessoas que não conseguiram dar entrada no Seguro-Desemprego pelos meios tradicionais.

Algumas unidades abertas terão a missão de garantir o direito dessas pessoas e paralelamente desafogar esses números.

Importante lembrar que não adianta as pessoas se deslocarem até o CATE mais próximo de suas residências, pois de acordo com informe da Prefeitura, os locais que farão esse tipo de serviço são ao todo 9, específicos em algumas regiões da cidade e que simplesmente não atenderá os cidadãos que não tiverem feito o agendamento. Os mesmos, entretanto consecutivamente serão orientados pelos atendentes.

Em entrevista ao Jornal Agora, a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso, estima que o número de pessoas que tem direito a esses benefícios, mas não familiaridade com canais como a tecnologia, pode ser de 500 mil.

Como proceder

Para ser atendido no CATE a partir desta quarta-feira, é imprescindível agendar pelo 156, que corresponde a central telefônica da Prefeitura. O canal onde outras dúvidas podem ser esclarecidas está disponível 24 horas por dia.

Muitos estabelecimentos comerciais fechados e muitas demissões.

A pandemia do coronavírus, que levou o Governador João Doria e o Prefeito Bruno Covas a implementar regime de quarentena em todo o estado, continua a crescer. Fala-se que a curva de crescimento é infinitamente maior.

Auxílio Emergencial

O Auxílio Emergencial, anunciado a algumas semanas, foi a medida encontrada pelo Governo para fornecer uma espécie de proteção emergencial a dezenas de milhões de trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e milhões de desempregados em todo o território nacional.

Os beneficiários têm direito a 3 parcelas de R$ 600.

Como retirar o Auxílio Emergencial

Não é necessário cartão para retirar o Auxílio Emergencial [VIDEO]. É possível fazer retirada mediante o aplicativo (Caixa Tem). Acessando o app, basta clicar em "saque sem cartão" e em seguida digitar o valor de sua preferência. Feito isso, a tela exibirá um código, importante e necessário para retirar o dinheiro em uma casa lotérica ou banco.

Como retirar o Seguro Desemprego

Seguro Desemprego é o benefício que todo trabalhador, dispensando sem justa causa tem por direito. Certos outros critérios determinarão o que cada trabalhador há de receber. Sete dias após sua demissão, o trabalhador, com alguns documentos e o Requerimento do Seguro-Desemprego em mãos poderá dar entrada no seu benefício.

No dia específico, os clientes com conta na Caixa, recebem os valores automaticamente. Aqueles com cartão Cidadão também podem sacar. Já os demais, que não tem conta ou cartão cidadão precisam ir à agência, munidos de alguns documentos para conseguir o benefício.

Segunda parcela do Auxílio Emergencial é adiado

A segunda parcela do Auxílio Emergencial foi adiada. [VIDEO] O pagamento da segunda parcela iria começar no dia 27 de abril, entretanto até o momento não foi concretizada.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!