Em meio à pandemia causada pela Covid-19, o Governo federal vem buscando meios para minimizar os impactos do vírus no Brasil. Uma das medidas adotadas foi a criação do auxílio emergencial, destinado a desempregados e trabalhadores informais. Na última terça-feira (7), a Caixa Econômica Federal disponibilizou um site e um aplicativo para que as pessoas pudessem ter acesso ao auxílio. De acordo com o site da revista Exame, trabalhadores cadastrados no CadÚnico até o último dia 20 de março receberam o auxílio na semana passada. Na próxima segunda-feira (13) será a vez dos trabalhadores que se registraram através do aplicativo ou do site criados pela Caixa em parceria com o Ministério da Cidadania.

O auxílio irá beneficiar as pessoas que tiveram sua renda reduzida devido ao novo coronavírus, em razão da necessidade do isolamento social.

Prazo para pagamento do auxílio

Ainda segundo o site da Exame, o prazo para o pagamento do auxílio seria de cinco dias úteis após o cadastro e solicitação através do site ou aplicativo que foram abertos na última terça (7). Em razão da última sexta-feira (10) ter sido feriado nacional, a segunda leva de pagamentos será disponibilizada na próxima segunda (13).

Em se tratando das pessoas cadastradas no Bolsa Família, estas receberão o benefício a partir da próxima quinta-feira (16), seguindo o calendário normal do programa. De acordo com informações da Caixa Econômica Federal, até a tarde de ontem (11), quase 33 milhões de brasileiros já haviam solicitado o auxílio emergencial através do site ou aplicativo.

A segunda parcela do auxílio emergencial será paga ainda neste mês de abril, e a terceira, e supostamente última, será paga no fim do mês de maio. Todo o calendário do auxílio foi planejado a fim de evitar que os beneficiados se dirigissem à terminais da Caixa Econômica ou Casas Lotéricas em meio à necessidade do isolamento social.

O auxílio deverá alcançar cerca de 70 milhões de pessoas. A medida consiste na tentativa de mitigar os efeitos do novo coronavírus na economia brasileira.

Auxílio através de poupança digital

De acordo com o site R7, a Caixa Econômica Federal divulgou que 40,1% dos pedidos de auxílio foram recebidos por pessoas que optaram pela poupança digital.

Inicialmente, os recursos disponibilizados em poupança digital não poderão ser submetidos a saque, somente a transações digitais, como transferências e pagamentos de contas, A Caixa ainda divulgará um calendário específico para saques. A fim de evitar fraudes, a Caixa afirmou, ainda, que a análise dos pedidos estaria sendo realizada de forma rígida pelo Dataprev, empresa de tecnologia ligada ao Ministério da Economia, com apoio ainda do Banco do Brasil.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!