Desde a última terça-feira (05) os cidadãos que fizeram a solicitação do Auxílio Emergencial promovido pelo Governo Federal, têm à sua disposição um novo canal para acompanhamento de seus processos. O portal já está disponível nos endereços eletrônicos do Ministério da Cidadania e Data Prev. A nova ferramenta digital foi criada com o objetivo de dar mais transparência aos procedimentos de processamento, análise, aprovação, homologação e pagamento do auxílio.

O cadastro de novas solicitações continuam sendo feitos pelo Aplicativo ou o próprio site do programa Auxílio emergencial, reservando-se o novo portal apenas para um acompanhamento mais detalhado dos requerimentos.

E a análise da segunda solicitação também pode ser verificada, inclusive.

O site possui uma interface simples e objetiva e foi programado para melhor atender aos usuários, visto que o Aplicativo, o site de cadastro do auxílio e o Telefone 111, dispõem de poucas informações a respeito dos processos em andamento. Por meio dele é possível conhecer alguns detalhes como: data de envio dos dados pela Caixa à Dataprev, bem como motivo da negativa do auxílio emergencial, se for o caso.

Nova infraestrutura tecnológica

A Dataprev conta com uma infraestrutura tecnológica que dispõe cerca de 45 servidores virtuais e físicos para assegurar a estabilidade da nova plataforma de consulta. Para acompanhar o crescimento da demanda de acessos, será feito acompanhamento diário da performance do novo portal.

Para atender aos cidadãos da melhor forma possível a ferramenta será monitorada rotineiramente em busca de sua melhoria e do aperfeiçoamento.

Na noite da última segunda-feira (04) a Dataprev disponibilizou a página de consultas para testes, na ocasião mais de 500 mil acessos foram registrados.

Processamento das solicitações do Auxílio Emergencial

Cerca de 97,7 milhões de cadastros para o Auxílio Emergencial já foram analisados pelos sistemas da Dataprev, em menos de um mês, e foram homologados pelo Ministério da Cidadania. Neste montante estão incluídos os três grupos referente à Lei nº 13.982 de 2 de abril de 2020, que entre outros aspectos, trata dos Informais, Cadastro Único e Bolsa Família.

  • 50,5 milhões foram classificados como elegíveis;
  • 32,8 milhões foram considerados inelegíveis; e
  • 13,7 milhões foram considerados inconclusivos. (estes podem fazer nova solicitação do benefício)

Cadastros inconclusivos do auxílio emergencial

Segundo a Caixa Econômica Federal, próximo de 12,4 milhões de cidadãos que solicitaram o Auxílio Emergencial de R$ 600 tiveram uma resposta parcialmente negativa, referindo-se aos cadastros que retornaram como “inconclusivos”. Nestes casos deduz-se que, ou foram inseridos dados incorretos quanto ao endereço, dependentes, data de nascimento, CPF, ou foram omitidas algumas informações necessárias para que o sistema pudesse concluir o processamento da requisição.

Felizmente, nestes casos, é permitido fazer uma nova solicitação, segundo Pedro Guimarães, presidente da Caixa. Quanto aos brasileiros que fizeram seus cadastros e obtiveram a resposta como “inelegíveis”, estes não poderão fazer novo requerimento, pois a negativa gerada pelo sistema é tida como definitiva (Pelo menos por enquanto não foi levantada a hipótese de uma terceira solicitação).

Calendário da segunda parcela

A divulgação do calendário com as datas de pagamento da segunda parcela do Auxílio Emergencial está prevista para esta semana, segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. Anteriormente foi publicado que os pagamentos seriam liberados a partir do dia 27 de abril, fato que, por razões administrativas não aconteceu.

Apesar dos esforços por parte do Governo Federal, muitos cidadãos ainda não receberam a primeira parcela e outros ainda aguardam aprovação de suas solicitações. O antes anunciado e agora incerto pagamento da segunda parcela abrange os solicitantes que se cadastraram no Aplicativo e no site do auxílio emergencial participantes do Cadastro Único que não recebem Bolsa Família. Quanto aos beneficiários do Bolsa Família receberão suas cotas de acordo com o calendário tradicional.

Performance do aplicativo Auxílio Emergencial

Somente pelo Aplicativo foram registrados 46 milhões de solicitações, no período de 07 e 22 de abril. A Dataprev transmitiu à Caixa Econômica Federal, depois de homologados pelo Ministério da Cidadania, o resultado de 44,9 milhões de análises.

Por conta do alto volume de dados, foi necessário dividi-los em vários lotes antes de enviá-los ao Banco.

Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!