Os vencedores do prêmio Nobel de Economia 2020 foram dois norte-americanos que atuam como professores na Universidade de Stanford, na Califórnia. Os professores Paul R. Milgrom, de 72 anos, e Robert B. Wilson, de 83 anos, foram os escolhidos para receber a honraria por conta de seus estudos sobre os novos formatos de leilões.

Os vencedores ganharão um prêmio de 10 milhões de coroas suecas, o que dá aproximadamente R$ 6,3 milhões. Robert Wilson já sabe o que vai fazer com a sua parte. Segundo ele, como não tem muito o que fazer por conta da pandemia, ele guardará a parte que lhe cabe para a família.

A cerimônia de entrega do prêmio está marcada para 10 de dezembro e será no formato virtual, em virtude das medidas de distanciamento social. Na cerimônia de entrega a dupla estará presente para apresentar para o público suas pesquisas e suas descobertas sobre a teoria dos leilões.

Importância das descobertas

As descobertas dos professores da Universidade de Stanford que, além de serem colegas de trabalho, moram na mesma rua, são importantes não somente por poder beneficiar individualmente os compradores e vendedores. A sociedade como um todo será beneficiada, pois o preço de muitos serviços essenciais são determinados pelo sistema de leilão, é o caso da energia elétrica.

Os estudos da dupla descobriram que quando os compradores têm informações sobre os lances dos outros envolvidos no leilão, os preços tendem a aumentar consideravelmente e, por um outro lado, quando os participantes agem de forma racional, os preços não sobem tanto, pois o medo de pagar muito caro prevalece, o que eles chamam de "maldição do vencedor".

As pesquisas descobriram também como os participantes de um leilão definem quanto podem pagar por um determinado bem. Isso porque, as descobertas indicam que o preço de cada item depende de muitos fatores, e não apenas dele.

Um dos membros do comitê de premiação, John Hassler, professor de economia da Universidade de Estocolmo, faz uma comparação simples para mostrar o quão isso faz sentido.

Basta imaginar um leilão de vários lotes de terrenos. Caso o comprador tenha interesse em comprar um determinado lote, ele poderá ofertar lances cada vez maiores se sentir que pode também comprar os terrenos vizinhos.

Sobre o Nobel de Economia

Criado em 1968, o Prêmio do Banco da Suécia para as Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel, mais conhecido como Nobel de Economia, tem a missão de reconhecer o trabalho de pessoas que contribuíram para as Ciências Econômicas.

Os ganhadores do Nobel de Economia recebem, além do reconhecimento pelas suas descobertas, uma premiação em dinheiro que pode ser usado para desenvolver novas pesquisas, e esse ano será a primeira vez, desde 1944, que a cerimônia de premiação não será em Estocolmo.

Siga a página Educação
Seguir
Siga a página Ciência
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!