Em meio a uma forte chuva no Pacaembu, o São Paulo conquistou pela quarta vez a Copinha, ao derrotar o Vasco da Gama por 3 a 1 na disputa de pênaltis do jogo que terminou empatado em dois gols pela final do torneio, ocorrida na tarde desta sexta (25).

O time da casa começou o primeiro tempo trocando muitos passes e envolvendo o time carioca. Chegou a ameaçar o gol do goleiro do Vasco, Alexander, em algumas jogadas.

Do lado paulista, os jogadores Antony e Gabriel Novaes trocavam passes que ameaçavam a meta vascaína.

Publicidade
Publicidade

Aos 34 minutos, o time paulista já tinha atacado seis vezes contra duas do Vasco.

O São Paulo marcou aos 38 minutos do primeiro tempo com um gol de Gabriel Novaes, aproveitando cruzamento da direita, não cortado pelo zagueiro, e de cabeça, vencendo a marcação do goleiro Alexander.

Chuva no segundo tempo

O segundo tempo se iniciou sem alterações nas duas equipes e embaixo de chuva forte com ventania. Com o campo molhado, o jogo ficou mais lento. Mesmo com as dificuldades da natureza, o atacante Antony, aos sete minutos, recebeu um passe longo, dominou e chutou entre as pernas do goleiro Alexander e fez o segundo gol.

Publicidade

Um minuto depois, o Vasco teve uma chance de marcar, mas Caio Lopes perdeu a chance e jogou a bola fraca nas mãos do goleiro, depois de entrar livre na área.

O time do Vasco começou a entrar em desespero. Coutinho fez falta pesada em Anthony e levou cartão amarelo aos nove minutos. No minuto seguinte, foi a vez do tricolor Wellington levar outro cartão amarelo ao fazer falta em Lucas Santos.

O clube carioca perdeu três oportunidades de gol seguidas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

Naquela altura, o time exercia pressão contra o adversário no início do segundo tempo.

Aos 15 minutos, o técnico Marcos Valadares, do Vasco, fez duas substituições. Colocou Riquelme no lugar de Coutinho e Laranjeira no lugar de Bruno.

Já Orlando Ribeiro, do São Paulo, substituiu Paulinho por Marcos Júnior, um volante. Minutos depois, tentando fortalecer o ataque, o técnico vascaíno fez mais duas substituições. Alexandre, no lugar de Linnick e Talles no lugar de João Pedro, aos 22 minutos.

O Vasco arriscava bastante. Orlando Ribeiro fez novas substituições aos 25 minutos. Erickson no lugar de Fabinho e Vitinho, no lugar de Rodrigo Nestor. Tentava assim segurar o jogo.

Mas o time de Valadares pressionava, pressionava e errava passes. O São Paulo apenas se defendia e jogava no contra-ataque. Aos 28 minutos do segundo tempo, o principal jogador da equipe paulista, Anthony, saiu, pois estava sentindo problemas musculares.

Reação vascaína

Aos 30 minutos, o jogador do São Paulo, Marcos Junior, deu um carrinho em cima de Laranjeira e o derrubou.

Publicidade

O juiz marcou falta perigosa. O camisa 10 vascaíno, Lucas Santos, bateu sobre a barreira e a bola bateu no travessão antes de entrar. Gol do Vasco.

Aos 34 minutos, o Vasco conseguia ficar mais tempo com a bola e partir para cima, buscando o empate. Foi quando, aos 38 minutos, Thiago Reis aproveitou a falha da defesa, matou no peito um cruzamento da esquerda e marcou o gol de empate.

As alterações feitas pelo técnico da equipe paulista reduziram o poder de fogo do time.

Publicidade

Aos 48 minutos, o árbitro Douglas termina o jogo. A Copinha seria decidida nos pênaltis.

Na cobrança de pênaltis, Ed Carlos, Morato e Tuta marcaram para os donos da casa. Já o jogador paulista Marcos Júnior perdeu a sua cobrança. Do lado dos cariocas, Lucas Santos marcou para o Vasco, mas seus companheiros Tiago Reis, Gabriel Norões e Riquelme perderam suas cobranças. O São Paulo, com 3 a 1 nos pênaltis, é o campeão da Copinha.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo