O campeonato holandês é o primeiro dentre os grandes torneios nacionais de Futebol da Europa a encerrar definitivamente após a paralisação provocada pelo novo coronavírus. Nesta sexta-feira (24), a Federação Holandesa de Futebol (KNVB) decidiu por um ponto final ao torneio, sem declarar time campeão ou rebaixado para a segunda divisão, que também seguiu o mesmo caminho da elite.

A decisão foi anunciada um dia depois da UEFA ter dado autonomia para as ligas locais decidirem os rumos de sua competições. No entanto, foi colocado que o encerramento desses torneios fosse aceito diante de decisões tomadas pelo governo que impedissem a realização dos jogos.

E foi o que aconteceu.

Na última terça-feira (21), o primeiro-ministro Mark Rutte determinou a proibição de todos os eventos em massa no país até 1º de setembro, o que torna praticamente impossível terminar o campeonato em tempo hábil para não comprometer a próxima temporada. Isso porque a UEFA teria dado prazo até meados de agosto para que todas as competições nacionais fossem finalizadas.

Como ficou o campeonato

Restando nove rodadas para o final da competição, Ajax e AZ Alkmaar dividem a liderança da competição com 56 pontos ganhos. O time da capital tem melhor saldo de gols, enquanto que o AZ leva a melhor no confronto direto. Mas a Liga deverá declarar que não haverá campeão, porém os dois serão os representantes holandeses na próxima Liga dos Campeões.

Já Feyenoord, PSV, Willem II, Utrecht e Vitesse se garantiram na Liga Europa

Se na parte de cima da tabela a decisão parece transcorrer sem maiores problemas, o mesmo não se pode dizer da parte de baixo. Pelo que a Federação decidiu, não haverá times rebaixados e nem promovidos à primeira divisão.

Na reunião, que contou com representantes dos 18 times da primeira divisão e com 20 times da segunda, foi feita uma votação em que 16 se mostraram a favor de ter rebaixamento e outros nove foram contra.

O caso foi que a Federação chamou para si a responsabilidade e determinou que ninguém sobe e ninguém desce.

Quem acabou se dando bem com isso foi o Waalwijk, último colocado antes da competição ser paralisada, o ADO Den Hag, penúltimo, além do Fortuna Sittard, que se encontrava em uma posição que o obrigaria a jogaria pela vaga contra quem sobrevivesse do manta-mata entre o terceiro e o sexto colocado da segunda divisão.

Por outro lado, Cambuur e o De Graafschap, que ocupavam as duas primeiras posições e estavam bem perto do acesso, viram todos os seus esforços serem aniquilados pela decisão da Federação.

Bélgica declarou campeão

A primeira liga de europeia a ter encerrado seu campeonato, antes mesmo da decisão da UEFA, foi a da Bélgica. Mas lá, o Club Brugge, que liderava o torneio, foi declarado campeão. Restava apenas a realização de uma rodada antes do mata-mata e o time tinha 15 pontos de frente para o segundo colocado.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!