O volante Junior Sambia, de 23 anos, que atua no Montpellier, time que disputa a primeira divisão do Campeonato Francês, foi colocado em coma induzido nesta sexta-feira (24), após ser diagnosticado com o coronavírus. O atleta está desde segunda-feira (20), internado no hospital Clinique du Parc e seu estado é considerado estável.

O jogador é o primeiro atleta da elite do Futebol francês a ser diagnosticado com a doença. Ao longo da semana o atleta apresentou sintomas respiratórios e digestivos e foi encaminhado ao CTI do Hospital.

Frédéric Guerra, agente do jogador, explicou que na sexta-feira os médicos retiraram a sedação para ver se ele consegue respirar por conta própria.

Segundo ele, ainda não havia resultados porque o paciente estava despertando aos poucos, o que ele entende como sendo uma boa notícia. “Precisamos ser positivos e pensar que Junior sairá disso”, falou o empresário ao jornal francês L'Equipe.

O Montpellier se manifestou por meio de uma nota sobe a internação de seu atleta, mas não revelou sobre quem se tratava. Inicialmente, tanto o clube quanto o empresário do atleta preferiram manter sigilo.

Nas redes sociais do jogador, muitos torcedores, até de outros clubes, mandaram mensagens de solidariedade, desejando pronta recuperação ao atleta francês.

O primeiro caso de um jogador profissional com coronavírus no país foi registrado em março, quando o sul-coreano Hyun-jun Suk, que atua pelo Troyes, time da segunda divisão, foi diagnosticado com a Covid-19.

Como está o futebol no país

Assim como as demais Ligas da Europa, o Campeonato Francês está paralisado devido à pandemia do novo coronavírus.

O diretor executivo da Liga Francesa Profissional (LFP), Didier Quillot, disse que a Liga trabalha para que o campeonato seja encerrado até o próximo dia 30 de junho.

No entanto, ele não descarta a possibilidade dos jogos irem além desse prazo. “Se tivermos que terminar mais tarde, vamos nos adaptar com os clubes”, disse o dirigente.

Mas isso tudo ainda dependerá do que o governo francês irá anunciar no próximo dia 11 de maio. Existe um plano para a abertura gradual do comércio no país.

A França se aproxima dos 160 mil casos confirmados e já totalizam 20 mil vítimas fatais causadas pela Covid-19.

Nesta semana, a UEFA comunicou que os clubes terão autonomia para decidirem fazer o que fosse preciso com seus torneios. A Holanda decidiu encerrar a competição sem declarar campeão e os times rebaixados, o que revoltou grande parte dos times.

A entidade que controla o futebol no continente pretende usar todo o mês de agosto para finalizar tanto a Liga dos Campeões quanto a Liga Europa.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!