Há exatamente 53 anos, no dia 1º de abril de 1967, acontecia no estádio do Pacaembu o primeiro clássico entre Santos e São Paulo, válido por uma competição nacional, a Taça Roberto Gomes Pedrosa que, recém-criada, reuniu clubes de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.

Até oito anos antes, o Brasil não tinha uma competição disputada em nível nacional e o campeonato mais forte naquela época era o Torneio Rio-São Paulo. A então CBD (Confederação Brasileira de Desportos) decidiu então criar a Taça Brasil, de modo a agregar clubes de outros estados, e os times paulistas e cariocas, de acordo com a classificação em seus respectivos Estaduais, iniciavam sua participação a partir da etapa semifinal.

Além de Santos e São Paulo, torneio passou a reunir os principais clubes do país

Bahia e Palmeiras, respectivamente, foram campeões das duas primeiras edições da Taça Brasil, seguidos pelo Santos, que na sequência conquistou a competição cinco vezes consecutivas. Em 1967, as federações paulista e carioca passaram a incluir equipes gaúchas, paranaenses e mineiras ao Torneio Rio São-Paulo, inaugurando a Taça Roberto Gomes Pedrosa, que passou a ser realizada simultaneamente à Taça Brasil.

O torneio foi o primeiro do país a não ser disputado em sistema de mata-mata e contou com a participação de 15 clubes. Os paulistas foram representados por Corinthians, Palmeiras, Portuguesa, Santos e São Paulo; o Rio de Janeiro por Bangu, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco da Gama; pelo Rio Grande do Sul, jogaram Grêmio e Internacional, assim como Minas Gerais também teve duas agremiações (Atlético-MG e Cruzeiro) e o Paraná com o Ferroviário.

Pouco mais de 21 mil torcedores compareceram ao Pacaembu naquela tarde de sábado de 1967 para assistir ao primeiro clássico "San-São" válido nacionalmente, pela nona rodada da Taça Roberto Gomes Pedrosa. O centroavante Babá abriu o placar a favor do Tricolor logo aos sete minutos do primeiro tempo após rebote de Gylmar, enquanto Pelé desperdiçou uma penalidade máxima, batendo à esquerda do goleiro Fábio.

No entanto, o "Rei do Futebol" voltou a cobrar um pênalti na etapa final e igualou o marcador da partida.

Peixe e Tricolor em momentos distintos e o Palmeiras campeão

O Tricolor não vivia um bom momento, já que estava há dez anos sem conquistar um título. O clube não montava equipes competitivas em razão dos investimentos feitos na construção de seu estádio, o Cícero Pompeu de Toledo, no Morumbi.

Ao contrário do Peixe, pentacampeão nacional e bicampeão da Copa Libertadores da América e Mundial, além de ser, ao lado do Botafogo, a base da seleção brasileira.

O Palmeiras foi campeão da Taça Roberto Gomes Pedrosa e também da Taça Brasil, os dois campeonatos de abrangência nacional realizados no país na temporada de 1967. O time do Parque Antarctica, que na época foi chamado de "Academia de Futebol", venceu o Grêmio na última partida do torneio por 2 x 1, também no estádio do Pacaembu.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Santos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!