Nesta segunda-feira (4), aconteceu mais um dos tradicionais desfiles de bonecos gigantes de Olinda (PE), que teve início às 10h30, partindo do Alto da Sé, passando pela Rua Amparo e seguindo pela ladeira da Prefeitura de Olinda.

Destaque para o boneco do presidente Jair Bolsonaro

Entre os bonecos gigantes, o destaque ficou para os bonecos que representavam o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Antes que os bonecos fossem erguidos, alguns turistas pediram para tirar fotos com o boneco do presidente, que ainda estava coberto, o que foi prontamente atendido.

Houve rumores na Embaixada dos Bonecos de que o que representava o Bolsonaro não participasse do desfile para evitar eventuais confusões entre os foliões, mas logo decidiram que o boneco também deveria fazer parte da festa passando pelas ruas históricas da cidade pernambucana.

Manifestações dos foliões contra e a favor de Bolsonaro

Quando os bonecos de Jair Bolsonaro e da primeira-dama Michelle foram levados para a ala de frente, alguns foliões se manifestaram através de vaias e gritos, outros mais exaltados atiraram pedras de gelo e latinhas no boneco.

Por outro lado, a reação de outros foliões foi mais positiva, onde levantaram camisetas com estampas do Bolsonaro durante a passagem do boneco.

O responsável por manipular o boneco que representou Bolsonaro

O jovem Natan Oliveira, que foi o responsável por carregar o boneco que representava o presidente, antes do início do desfile, se declarou eleitor do político e demonstrou entusiasmo. "Me sinto honrado por carregá-lo", comentou.

Segundo Natan, que manipula bonecos de Olinda desde quando tinha onze anos de idade, já carregou bonecos dos ex-presidentes Lula e Dilma. "Temos que ter respeito", finalizou.

Outros bonecos também representaram figuras públicas

Também participaram da festa outros bonecos representando figuras públicas como do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, além de figuras estrangeiras como Donald Trump, Wladimir Putin e Kim Jong-un.

Foram contratados dois seguranças extras pela Embaixada, somente com a função de acompanhar o boneco do Bolsonaro desde o início do desfile até a dispersão dos foliões, que ocorreu já no período da tarde.

Os bonecos de Olinda voltam a desfilar nas alegorias nesta terça-feira (5), no Recife Antigo.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Carnaval
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!