Segundo informações divulgadas pelo site Mail Online, o especialista russo em cobras Arslan Valeev (31), de São Petersburgo, transmitiu ao vivo pela internet os seus momentos finais de vida [VIDEO] após ter deixado que uma serpente da espécie mamba negra – a mais venenosa da África e uma das mais letais do mundo – o mordesse em um aparente suicídio, e o motivo para o ato seria o fim de seu casamento com Ekaterina 'Katya' Pyatyzhkina.

O casal era famoso em toda a Rússia [VIDEO] por causa dos vídeos que postava em vários canais no YouTube.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Curiosidades

A dupla, que possuía centenas de milhares de seguidores, produzia filmagens onde eram mostrados seus animais de estimação exóticos – serpentes e linces.

Segundo amigos dos cônjuges, no dia quatro de agosto, Valeev acusou a mulher de traição e acabou agredindo-a.

Devido ao espancamento, Pyatyzhkina sofreu uma lesão cerebral conhecida como concussão, e após este episódio a mulher decidiu pedir o divórcio por causa da violência doméstica.

Pyatyzhkina partiu para uma nova relação, e o especialista em cobras – que já havia trabalhado em um jardim zoológico – pediu desculpas publicamente pelo seu comportamento no dia 21 de setembro, revelando ainda que a vida sexual do casal já havia chegado ao fim em julho.

Momentos finais de vida

Conforme o Mail Online relatou, Arslan Valeev havia dito um dia antes da transmissão de sua morte que postaria um vídeo especial com uma de suas "cobras mais queridas", mas sem revelar o que estava pretendendo fazer de fato.

Na filmagem que registrou os últimos momentos de vida do homem, não é possível ver o instante exato onde sua mamba negra o morde.

No entanto, o russo mostrou aos espectadores (que assistiam a tudo ao vivo) sua mão direita picada, e é possível visualizar claramente a região onde a Cobra inoculou o veneno, uma vez que sangue começa a sair do ferimento localizado no dedo indicador.

Após a mordida letal, Valeev afirmou que só ficaria com quem estava assistindo por mais algum tempo – pois sabia que estava morrendo – e disse que deixou em seu telefone celular uma mensagem para a ex-esposa, acrescentando que havia a "amado muito".

Já sofrendo com os efeitos do veneno – apenas duas gotas da substância são suficientes para matar um ser humano adulto – , o russo recita o número de telefone Katya Pyatyzhkina e pede para que os espectadores avisem-na do que estava acontecendo, comentando: "... se alguém conseguir ligar para ela, se ela tiver tempo de vir até mim e me ver, ficaria feliz".

Por fim, Valeev diz: "De fato eu já estou morrendo. Adeus. Eu ficaria feliz de ver Katya. Droga, eu estou tremendo".

O vídeo termina quando o homem se levanta e vai em direção ao banheiro. De acordo com o Mail Online, pelo menos uma pessoa que presenciou a transmissão chamou uma ambulância, e o especialista em cobras teria chegado a sair na rua, onde caiu enquanto procurava ajuda.

Valeev foi levado ao hospital, mas os médicos foram incapazes de salvá-lo.