Insetos compõem o maior e mais diversificado grupo de animais de todo o planeta Terra. Eles são fundamentais para o meio ambiente, por exemplo, em processos essenciais como a polinização de plantas. Além disso, servem de alimento em algumas culturas, decompõem matéria orgânica morta, atacam outros insetos – o que mantém o equilíbrio da natureza – e até produzem substâncias que as pessoas usam diariamente, como mel e seda.

No entanto, algumas vezes estes seres têm algo que poderia ser chamado de um "ponto fraco": sua aparência, algo que pode realmente assustar muita gente. Segundo os sites Mail Online e The West Australian, este é exatamente o caso de um animal voador cujo vídeo divulgado recentemente no Facebook está deixando internautas aterrorizados.

A filmagem, com 26 segundos de duração, foi postada pelo usuário Gandik, residente da cidade de Kebumen, na Indonésia, e mostra um inseto voador extremamente bizarro, possuidor de quatro tentáculos recobertos de pelos que saem da parte final de seu abdômen – quase como se o bicho tivesse sido fundido com lagartas em uma experiência científica absurda.

O vídeo foi divulgado no último dia 19, e em pouco tempo já atingiu a marca de dezenas de milhões de visualizações. Acompanhe:

Muitos usuários do Facebook que assistiram à gravação ficaram chocados com a aparência da criatura, mas o fato é que as imagens são 100% verdadeiras.

Revelando a identidade do inseto

Na verdade, o bizarro inseto do vídeo trata-se de uma simples mariposa – mais especificamente de um macho da espécie creatonotos gangis.

As estranhas protuberâncias no abdômen deste animal fazem parte de uma estrutura conhecida como coremata, responsável pela produção de um feromônio sexual – substância química que, uma vez dispersa pelos machos no ar, tem a capacidade atrair as fêmeas dos arredores para que haja o acasalamento.

Um fato interessante é que o tamanho da coremata está diretamente relacionado com a alimentação da lagarta desta mariposa: se em sua forma antes de se transformar em um ser alado o animal não consumir a quantidade suficiente de folhas provenientes de plantas tóxicas – que contenham especificamente um composto conhecido como "alcaloide de pirrolizidina" – a estrutura da criatura adulta acaba ficando pequena e não produz feromônios, o que impede o macho de "namorar".

Para os brasileiros que se assustaram com a aparência do bicho, há uma notícia tranquilizadora: as mariposas do gênero creatonotos gangis são encontradas somente na Ásia – China, Índia, Indonésia, Japão, Nova Guiné, Sri Lanka e Tailândia – e em algumas partes da Austrália. Assim, não há o risco de você encontrar uma dessas quando for passear ao ar livre.

Não perca a nossa página no Facebook!