O jogador de basquete do New York Knicks anunciou nesta sexta-feira(4), após uma vitória por 119-112 contra os Los Angeles Lakers, pela Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA), que não participará do próximo jogo do clube, contra o Washington Wizards. Segundo o clube, o desfalque ocorrerá em razão de problemas com o visto do jogador. Entretanto, o basquetebolista deu outras informações sobre o que motivou sua falha na disputa.

De ascendência turca, Enes Kanter, de 26 anos e seus 2,11 metros de altura, afirmou nessa sexta-feira(4), logo após o jogo, que não comparecerá à disputa contra o Washington Wizards por "medo de ser assassinado".

Publicidade

Kanter disse que está com medo de perder sua vida em retaliação à sua forte oposição ao presidente da Turquia, Reep Tayyip Erdogan. Segundo o pivô dos Knicks, ele se tornaria um alvo fácil em Londres, devido aos "muitos espiões" do governo turco na cidade. "Há uma chance de eu ser morto lá. Então vou ficar aqui", declarou.

Kanter já se envolveu em outras polêmicas

O atleta tem um longo histórico em suas críticas a Erdogan. Em maio de 2017, o jogador da NBA foi detido em um aeroporto na Romênia.

Além disso, também já teve um mandado de prisão emitido pelo governo turco no mesmo ano, sendo acusado pelo governo de ser "membro de uma organização terrorista". O jogador teve seu passaporte turco revogado em 2017. Nos últimos anos, Kanter atribuiu ao presidente turco críticas como "um homem lunático, maníaco, um ditador", ou "o Hitler do século XXI".

Durante os primeiros anos de seu governo como primeiro-ministro, Erdogan era visto como um modelo a ser seguido pela maioria dos países emergentes do mundo oriental, pela sua grande tolerância religiosa, garantindo liberdade e direitos às minorias como parte das negociações para a entrada do país na União Europeia.

Publicidade

Contudo, seu governo passou por uma série de crises, escândalos de corrupção e atritos com a imprensa nacional, chegando a ser acusado de incitar a ameaça política em todo o país. Tornando-se um exemplo de autoritarismo político, investigações realizadas pela polícia nacional ligou Erdogan a lideranças religiosas islâmicas, incluindo sua antiga aliança com Fethullah Gullen - acusado por planejar o estabelecimento de um estado muçulmano na Turquia. Em 2009, o Ministério das Relações Exteriores de Israel publicou um relatório no qual acusa Erdogan de incitar o antissemitismo em seu país.

O embate entre o New York Knicks e Washington Wizards está marcado para o dia 17 de janeiro na capital inglesa. O jogo irá ocorrer na The O2 Arena, uma das maiores arenas cobertas da Europa, com capacidade de 23.000 pessoas.