Em virtude dos efeitos trazidos pelo aquecimento global, corpos de alpinistas que perderam a vida tentando chegar ao cume do monte Everest vão aparecendo. A maior parte deles surgiu no glaciar de Khumbu.

O monte Everest é um lugar onde muitos montanhistas já se aventuraram. Aproximadamente 5 mil alpinistas conseguiram a façanha de escalar o pico mais alto da terra, mas o risco de dar algo errado é grande.

Calcula-se que cerca 300 montanhistas tenham morrido no Everest, e aproximadamente 200 corpos ainda estão encobertos pelo gelo e a neve.

Publicidade
Publicidade

Na maioria das vezes, o que causa a morte desses aventureiros são avalanches ou quedas, mas existem também os problemas físicos mais agudos, tais como tonturas e dores de cabeça.

De acordo com a chegada da temporada de escalada, começam as remoções de alguns corpos do lado chinês do monte.

Ang Tshering Sherpa, ex-presidente da Associação de Montanhismo do Nepal, explicou à BBC News que cadáveres que estão submersos nas geleiras há vários anos estão sendo expostos pelo fato das geleiras e os glaciares estarem derretendo em virtude dos efeitos do aquecimento global.

Alguns dos montanhistas que morreram nos últimos anos até já foram retirados do monte, mas acontece que os que têm mais tempo que estão lá só estão aparecendo agora com o degelo.

Foi afirmado à BBC por um funcionário local que ele já fez o resgate de mais de dez cadáveres nos anos passados, em pontos distintos do Monte Everest. E de acordo com ele, agora estão surgindo muito mais corpos.

No ano de 2017, no acampamento 1, apareceu somente uma mão de um alpinista que morreu e estava submerso pela neve.

Publicidade

Também em 2017, apareceu sob a superfície do glaciar de Khumbu o corpo de outro alpinista, local onde têm aparecido corpos com mais frequência nos últimos anos. No acampamento número 4 também têm aparecido alguns corpos, um lugar parcialmente plano.

Funcionários relatam que o nível de gelo que envolve o acampamento base tem diminuído o que tem feito com que aparecessem alguns corpos nele também de uns anos pra cá.

Derretimento das geleiras

É certo que com o avanço do aquecimento global, as geleiras estão se derretendo, como é o caso não só do Everest mas também nos Himalaias.

Estudos são feitos a todo momento comprovando que o derretimento das geleiras é um fato.

Chegou ao ponto do Exército do Nepal ter que fazer a drenagem do lago Imja, pois a água resultado do degelo glacial chegou a um nível perigoso.

Acontece que nem todos os corpos que aparecem nas geleiras são resultados do degelo glacial, o que acontece é que o movimento do glaciar de Khumbu faz com que alguns cadáveres sejam expostos.

Leia tudo