O Popocatépetl, vulcão ativo localizado a cerca de 85 quilômetros da Cidade do México, entra em erupção pela primeira vez em 2020, na manhã da quinta-feira (9). Fumaça e cinzas atingem cerca de 3 quilômetros de altura e podem ser vistas da capital do país.

Seu nome denota sua atividade. De origem náuatle, Popocatépetl significa "montanha fumarenta". A estrutura geológica tem seu pico a incríveis 5.465 metros de altitude e seu topo é coberto de neve durante todo o ano e já foi registrado até suposta atividade ufológica perto da montanha.

População de cidades próximas ao vulcão gravaram e compartilharam vídeos nas redes sociais da erupção.

Atividades do vulcão

Não é incomum que este vulcão tenha atividade. Dentre os cerca de 40 vulcões ativos do país, a Infobae aponta o Popocatépetl, junto com outros seis, como sendo de "alto risco", segundo órgão do governo federal mexicano, o Centro Nacional de Prevenção de Desastres.

Depois de uma inatividade de cerca de 70 anos, o "gigante natural" resolveu acordar em dezembro de 1994, tendo trazido transtornos a cidade de Puebla, que fica cerda de 50 quilômetros de distância da montanha.

Atividades vulcânicas ocorreram também em dois meses do ano de 1996 e em abril de 1997. Já no final do ano de 2000, moradores tiveram que evacuar a região próxima depois de outra erupção.

Dentre outras erupções a partir de 2000, ocorreu também no ano passado com repercussão internacional. Em 2019 o vulcão tinha entrado em atividade em março e novembro. Em uma das atividades, em novembro, vídeo foi circulado na mídia, semelhante como ocorreu nesta semana.

Na época, a Defesa Civil lançou um alerta pedindo para população cobrir as mucosas com pano úmido, lavar olhos e narizes com água pura e higienizar com frequência as lentes oculares. Tudo isto para evitar irritação, causada pela fuligem proveniente das cinzas da erupção. O alerta ficou em "Amarelo 2".

Em 2017 o alerta em uma das atividades tinha fica ainda mais alto, "Amarelo 3". Fase anterior a "Vermelho 1", quando providências de evacuação são tomadas pelas autoridades para a população que queira voluntariamente se retirar das proximidades.

Defesa Civil do México não aumenta alerta

Segundo autoridades do Centro Nacional de Prevenção de Desastres, a atividade desta semana não aumenta o estado de alerta da população que vive nas proximidades do vulcão, cerca de 25 milhões de pessoas. Cinzas caem em cerca de 4 cidades próximas.

O estado de alerta permanece, assim como na erupção do ano passado, em "Amarelo 2". Isto significa que e população que esteja até 12 quilômetros da cratera permaneça atenta a quedas de cinzas e uma eventual evacuação de emergência.

Em comunicado no Twitter, o CENAPRED informa "às 06h33, foi detectada uma explosão com teor moderado de cinzas, a coluna apresentava uma altura de 3 quilômetros, na direção nordeste.

[...] É recomendado que não se aproxime do vulcão".

Siga a página Natureza
Seguir
Siga a página Ciência
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!