­Nesta terça-feira (21), a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que o surto da variante do coronavírus originário da cidade de Wuhan, na China, tem grandes chances de se espalhar para outras cidades chinesas e para outros países.

Até o momento, seis pessoas morreram por conta do vírus e outras 295 foram contaminadas em Wuhan. Os líderes do Governo chinês marcaram uma reunião de emergência para está quarta-feira (22), onde a OMS discutirá o assunto com a finalidade de encontrar ações viáveis para conter o surto do novo vírus. Apesar das ocorrências, as viagens para Wuhan não foram restritas e como se aproxima o feriado de Ano Novo Lunar, que acontece na próxima sexta-feira (25), é certo que milhões de chineses devam fazer viagens, o que pode aumentar o risco de contágio para outros países.

Aeroportos irão realizar triagem na Ásia, EUA e Austrália

Países da Ásia, além de Estados Unidos e Austrália, estão tomando providências para que os viajantes que desembarcarem em seus aeroportos possam passar por uma triagem.

De acordo com os dados colhidos dos 295 casos, dois aconteceram na Tailândia, um no Japão e outro na Coreia do Sul. A rede de TV da Austrália, ABC, informou nesta terça-feira (21) que um senhor está de quarentena em sua residência, em Brisbane, com sintomas que definem a doença. O homem passou a sentir os sintomas logo após ter feito uma viagem à China.

Nas Filipinas, as autoridades responsáveis pelos assuntos da saúde anunciaram que estão aguardando os resultados das amostras enviadas a um laboratório na Austrália, essas amostras são de uma criança de 5 anos que retornou de Wuhan apresentando os sintomas da doença.

Tipo de contágio

Segundo a OMS, tinha como hipótese a transmissão da doença através do contato com Animais, contudo o governo chinês divulgou dois casos em que as pessoas foram infectadas por outros humanos, o caso aconteceu na província de Guangdong.

De acordo com a OMS, o contágio pode te iniciado em um mercado de peixes no centro de Wuhan.

Apesar de estar fechado novos casos surgiram e começaram a se espalhar. Atualmente o governo chinês abriu um comitê de crise, por onde está enviando instruções, equipamentos e funcionários aos hospitais e as províncias atingidas com a finalidade de observar e conter a contaminação ao se espalhar o surto pode afetar até 1.700 pessoas, segundo cientistas britânicos.

No momento, foram detectadas 922 pessoas infectadas.

Essa epidemia misteriosa tem deixado as pessoas com medo, semelhante ao temor que aconteceu na Ásia, em 2002, quando surgiu um vírus intitulado como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) que levou à morte 800 pessoas.

Siga a página Política
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Natureza
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!