O mundo está vivendo uma pandemia de coronavírus, alguns países já se encontram em estado de calamidade, entre eles os EUA, onde Donald Trump é o presidente. Mas não é só o país americano que está em crise, a Itália e a Espanha estão vivendo dias sombrios, com um número alarmante de infectados e mortos pela COVID-19.

Como a doença ainda não tem uma vacina ou medicamento que possa 'blindar' a população, os equipamentos de EPI como máscaras N95, luvas e aventais são as armas dos profissionais da saúde e da população para evitar ser infectado pelo coronavírus.

As máscaras já estão em falta em praticamente todos os países, incluindo o Brasil, que teve uma procura muito alta do equipamento pelos populares que buscam se proteger do coronavírus.

Nos hospitais brasileiros o equipamento está escasso, tanto na rede pública quanto na particular.

Brasil faz compra de respiradores e eles são barrados nos EUA

O governo do Nordeste fez uma compra de 600 respiradores, equipamento que é essencial para os pacientes infectados pelo coronavírus em estado grave. Mas essa compra não chegou no Brasil, isso porque os equipamentos ficaram barrados em Miami, Estados Unidos.

Segundo informações da assessoria da Casa Civil do governo da Bahia, a compra de respiradores foi cancelada pelo vendedor chinês, que não deu uma justificativa para o cancelamento da compra dos respiradores.

Ainda de acordo com Fábio Vilas Boas, que é secretário estadual de saúde da Bahia, os equipamentos não serão enviados ao Brasil, pois um decreto do presidente Donald Trump impede que as empresas americanas exportem esse tipo de equipamentos para outros países, mesmo que tais materiais estejam lá apenas de passagem.

Fábio ainda disse que os Estados Unidos tem ' sequestrado' os equipamentos.

Donald Trump assume retaliação contra empresas

O presidente dos Estados Unidos deu uma entrevista nesse sábado (04), ele disse que o país está precisando de máscaras de proteção contra a COVID-19, ele ainda afirmou que não quer que 'outros' consigam aderir aos equipamentos.

Segundo a fala do próprio Donald Trump, os Estados Unidos estão precisando das máscaras e que não querem que outros consigam as máscaras. Trump ainda disse que esse é o motivo para ele estar acionando tantas vezes o ato de produção de defesa.

Donald Trump disse que as pessoas podem chamar de retaliação, pois é exatamente o que ele está fazendo.

O presidente dos Estados Unidos disse que caso as empresas não deem o que o país precisa para seu povo enfrentar a pandemia de coronavírus, eles serão muito duros.

Ministro da Alemanha acusa EUA de desvio de equipamentos

No dia 20 março começou a vigorar nos Estados Unidos uma lei criada em 1950, época em que aconteceu a Guerra da Coreia, quando os americanos tiveram medo de ter problemas com abastecimento. A lei se baseia em direcionamento da produção de empresas privadas.

Andreas Geisel, ministro do interior da Alemanha, acusou os Estados Unidos de desviar equipamentos que tinham como destino a Europa e o Brasil. As autoridades de Berlim disseram que máscaras produzidas nos EUA teriam sido confiscadas em Bancoc.

Donald Trump diz que EUA tem 29 milhões de doses de hidroxicloroquina

Ainda nesse sábado (04) o presidente alegou que os Estados Unidos tem um estoque de 29 milhões de doses de hidroxicloroquina, um medicamento que está ainda em fase de testes para saber se é eficaz contra o coronavírus. Trump disse que outras encomendas do medicamento foram feitas à Índia.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!