A pandemia do novo coronavírus vem sendo marcada por histórias surpreendentes de fé, luta, amor e também muita tristeza. Desta vez a internet se emociona com a história de uma mãe e um filho, que permaneceram juntos até o fim, de uma maneira diferente.

Um palestino de 30 anos surpreendeu o mundo ao escalar por cinco dias consecutivos as paredes externas do hospital em que sua mãe, Rasmi Suwaiti, de 73 anos, estava internada por contaminação de covid-19. Jihad agiu para que pudesse ter a chance de se despedir. As visitas foram realizadas até o dia 16 de julho, quando Rasmi veio a falecer.

De uma forma inusitada e que transborda amor, o isolamento e a proibição das visitas não foram obstáculos para este filho.

O palestino Jihad Al-Suwaiti foi fotografado escalando as paredes e observando a mãe, sentado na parte de fora da janela da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) onde Rasmi estava internada. O hospital fica na cidade de Hebron, na Cisjordânia.

Um dos funcionários do hospital relatou ao site Says que Jihad ficava na janela por horas apenas observando e aparecia todas as noites.

De acordo com informações do canal AJ+, da rede Al Jazeera, Rasmi Suwaiti, mãe de Jihad Al-Suwaiti, não resistiu, vindo a óbito cinco dias após a internação. Ela lutava contra uma leucemia quando foi contaminada pelo coronavírus, o que agravou muito o seu estado de saúde, dificultando a sua recuperação.

Twitter

O libanês Mohamad Safa, integrante de programas da ONU, comentou no Twitter a atitude do homem.

Destacando o post, Safa publicou que um filho havia escalado as paredes de um hospital para se despedir da própria mãe.

Entre comentários no Twitter, mesmo afirmando que não torna a situação menos triste, pessoas mostraram compaixão e felicidade por ela ter visto o rosto do filho antes de partir.

Coronavírus no mundo

Nos últimos registros a nível global, são 14.739.450 casos confirmados, 8.332.461 de recuperados e 610.776 mortes pela doença causada pelo novo vírus.

Embora as estatísticas sejam necessárias, casos como desse filho que escalou paredes sem poder visitar, abraçar, tocar, fazem com que a gente relembre o que são realmente esses números.

Cada 1 que soma na conta de óbitos por covid-19, que já passam de 600 mil, deixa uma história, uma família, sonhos, amigos, uma vida.

O reflexo da pandemia permanecerá por algum tempo, mesmo que chegue a vacina ou descubram a tal sonhada cura, pois essas 610.776 famílias sairão dessa faltando um pedaço, tendo que recomeçar sem a presença de todas as pessoas que tanto amam.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!