A polícia de Nova Gales do Sul Informou neste sábado (11) que um surfista de apenas 17 anos morreu após ser atacado por um tubarão. O jovem surfava na praia de Wooli, costa leste da Austrália.

O caso do surfista não é isolado. De acordo com os registros, cinco pessoas já foram vítimas fatais dos ataques de tubarão apenas este ano no país. Um homem que praticava pesca submarina morreu na semana passada.

Após o ataque, outros surfistas tentaram socorrer o garoto antes que ele conseguisse chegar à areia da praia, porém, ele não resistiu aos ferimentos vindo a óbito no local.

Ataques Mortais

Mortes por ataque de tubarões não são algo incomum.

Elas acontecem anualmente com registros datados de vítimas do animal marinho por várias partes do mundo.

De acordo com estatísticas dos Estados Unidos, cerca de 45 ataques são registrados por ano no país. Destes, apenas 1,3% são fatais.

Na Austrália, o registro de casos é consideravelmente menor, não ultrapassando a média de 14 ataques anuais. A mortalidade, por outro lado, é relativamente maior, chegando a 11%.

Por que os ataques na Austrália são mais fatais?

Informações de especialistas mostram que a mortalidade na Áustrália é maior porque os frequentadores locais e turistas são verdadeiros amantes do Oceano. Isso faz com que as áreas costeiras sejam fortemente visitadas por turistas. Outro fator relevante é que os Oceanos da Austrália possuem a maior variedade de espécies de arraias e tubarões.

A nível mundial, apenas 26 espécies são consideradas perigosas para os seres humanos e, destas, 22 estão presentes nas praias australianas.

O Tubarão Branco, Tubarão-Tigre e Tubarão-Touro são consideradas as três espécies mais perigosas e mortais do planeta e todas podem ser encontradas nas águas costeiras da Austrália.

Mesmo que o perigo seja apresentado como acidental, o fato dessas espécies terem como lar as águas australianas é um perigo real.

Outros Casos

Além do jovem surfista e do pescador submarino, um caso chamou atenção em maio deste ano. Um surfista francês de 23 anos sobreviveu a um ataque de tubarão na região de Melbourne, na Austrália.

De acordo com a vítima Dylan Nacass, o tubarão rondava ele e outro surfista enquanto remavam sobre as pranchas, quando percebeu a presença do animal na água, ele diz ter dado um soco no tubarão que foi em direção as suas pernas. Ao debater as pernas o animal teria ido embora.

Um morador da região Matt Sedunary conta que ouvido os gritos de Dylan, no início ele achou que era apenas uma brincadeira, quando percebeu que era um ataque correu para socorrê-lo.

Dylan não sofreu ferimentos graves, após atendimento médico recebeu pontos em alguns arranhões.

Siga a página Animais
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!