Por causa da falta de relações íntimas, um homem indiano acabou morrendo em decorrência de estresse mental. Diante do ocorrido, a esposa dele, Geeta Parmar, foi presa. Isso porque a vítima teria tirado a própria vida em virtude da falta de relações íntimas com a esposa, acusada de cumplicidade pela morte do marido.

Segundo informações divulgadas pelo jornal britânico Daily Mail, o pai do homem, Muli Parmar, de 55 anos, seu filho e sua nora não exerceram nenhum tipo de relação íntima durante 1 ano e 10 meses de casamento, por isso, segundo Muli, a falta das atividades acabou deixando seu filho em “estresse mental”.

Durante seu primeiro depoimento à Polícia, Muli Parmar afirmou que ao entrar no quarto do filho acabou descobrindo que ele e Geeta “estavam dormindo em camas diferentes”.

Ao descobrir a forma que seu filho e nora estavam convivendo, Muli afirmou ter questionado o filho sobre o assunto e ele teria revelado que ele e a esposa não mantinham relações, porque Geeta teria feito um voto prometendo que não dormiria com o companheiro. Agora, o caso segue sob investigação pela polícia de Ahmedabad, no estado indiano de Gujarat.

Homem tem brinquedo nas partes íntimas

Segundo o jornal britânico Daily Mail, recentemente um homem teve que ser submetido a uma cirurgia para retirada de 29 esferas magnéticas de sua bexiga.

De acordo com o jornal, o homem inseriu as bolas de brinquedo uma por uma através de sua uretra. Depois disso, ele foi levado até uma unidade hospitalar na província de Shaanxi, localizada no noroeste da China, isso depois dele ter sentido dor e visto sangue em sua urina.

Ainda segundo informações divulgadas pelo Daily Mail, através de uma radiografia foi descoberto que as tais bolas magnéticas- um tipo de brinquedo bastante popular na China, haviam sido atraídas para a bexiga do homem e no órgão acabaram formando uma espécie de pulseira.

Mesmo sob atendimento médico, o homem optou por não revelar o motivo dele ter inserido os brinquedos através de suas partes íntimas.

Segundo informações passadas pelo médico Qu Liming, urologista supervisor da unidade hospitalar, à estação de televisão Jiangxi Net, o paciente apenas disse que havia colocado as esferas uma por uma, mas explica que, por se tratar de objetos magnéticos, eles acabaram se ligando.

Homem coloca cabo de carregador na uretra

No nordeste da Índia um homem também precisou ser submetido a uma intervenção cirúrgica após inserir o cabo de um carregador de celular na uretra. Segundo informações da CNN, o homem entrou na unidade hospitalar com fortes dores abdominais e chegou a dizer aos médicos que havia engolido o fio por engano.

Diante da situação, os profissionais da saúde optaram por realizar teste de fezes e uma endoscopia, para assim, determinar onde o cabo estava localizado.

Para a CNN, o cirurgião geral do hospital, Walliul Islam, o homem procurou ajuda médica dias depois de ter inserido o cabo e, mesmo após ter defecado por diversas vezes, o objeto não saiu.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!