Na última sexta-feira (13), passados seis dias do democrata Joe Biden ter sido declarado o presidente eleito nos Estados Unidos, o atual presidente do país, Donald Trump, pronunciou-se publicamente pela primeira vez.

Porém, Trump não admitiu que perdeu a eleição, mesmo com a divulgação de um documento oficial que garante a lisura do processo eleitoral nos Estados Unidos.

O relatório foi elaborado pelo Departamento de Segurança Interna e afirma que estas foram as eleições mais seguras da história do país, e que não foram encontradas evidências de votos adulterados, apagados do sistema ou comprometidos de qualquer outra maneira.

Os autores relataram que são sabedores das infundadas alegações contra o processo eleitoral, porém eles confiam na integridade e segurança das eleições.

Desinformação

O principal disseminador de notícias falsas é o próprio presidente Donald Trump. A mais nova fake news de Trump foi que milhões de votos foram apagados e que milhares de votos foram alterados.

Na última sexta-feira, Trump demitiu um dos funcionários da agência encarregada da elaboração do documento.

Desde sua derrota nas urnas para Biden, o republicano vem trocando funcionários do governo por pessoas que ele considera que lhe são leais.

Contagem de votos

A contabilização dos votos ainda está em andamento. Até o momento, Joe Biden tem uma vantagem de mais de cinco milhões de votos.

A projeção de vitória para Biden no Arizona foi confirmada pelos principais veículos de comunicação dos Estados Unidos.

A agência Associated Press já havia divulgado este resultado há mais de sete dias. Porém, outras agências e a campanha do candidato democrata não.

Georgia

Na sexta-feira (13), a imprensa projetou que Biden ganharia no estado da Geórgia, o estado começou a recontagem dos votos a mão, pois a diferença não foi tão grande assim.

A imprensa divulgou que Trump ganhou na Carolina do Norte. A Associated Press não declarou ainda que Biden foi o vencedor na Geórgia.

As novas projeções são favoráveis a Biden, o democrata possui 306 delegados no colégio eleitoral, 36 a mais do que ele precisa.

Obama

O ex-presidente norte-americano declarou em uma entrevista que Donald Trump nunca admite que perdeu.

Barack Obama se disse mais preocupado com a postura de outros políticos republicanos que ao incentivarem a postura de Trump, estariam deslegitimando o processo democrático.

Coronavírus

No final da última sexta-feira, Trump falou sobre a vacina contra o novo coronavírus, porém nada declarou sobre sua derrota nas eleições.

Também na sexta-feira, foi a vez do governo chinês dar os parabéns a Joe Biden e sua vice-presidente, Kamala Harris.

São poucos os países que ainda não reconheceram a vitória de Joe Biden. Entre estas nações estão: Brasil, Coreia do Norte, México e Rússia.

Não perca a nossa página no Facebook!