Não era novidade para ninguém que o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva seria o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) nas Eleições presidenciais de 2018. Nesta terça-feira (17), o presidente nacional do PT anunciou que Lula será lançado como candidato em abril, durante congresso nacional do partido.

Desde o ano passado já se sabia que a nomeação de Lula como candidato do PT nas eleições de 2018 aconteceria no primeiro semestre deste ano. Com data definida, a militância do partido deve fazer uma grande festa para alavancar a candidatura do homem que governou o país entre 2003 e 2010.

Plano B

Lula é réu em cinco processos, quatro deles da Operação Lava-Jato. Caso seja condenado em algum, virará ficha suja e não poderá concorrer nas eleições do ano que vem.

Segundo Rui Falcão, o PT não tem um plano B para o lugar de Lula. Caso o ex-presidente, em algum momento, seja condenado e fique impedido de disputar as eleições, o partido não saberia o que fazer já que não há, na legenda, outro nome tão forte como o de Lula.

Neste sentido, o PT vive em um mundo totalmente diferente do mundo do PSDB. O Partido dos Trabalhadores só tem Lula. O PSDB tem José Serra, Geraldo Alckmin e Aécio Neves – os três disputaram eleições presidenciais e perderam para o PT em quatro oportunidades.

Perseguido

O Partido dos Trabalhadores aposta em Lula e, caso o político vire réu em mais algum processo ou seja condenado e fique inelegível, vai argumentar que o candidato é perseguido por ter trabalhado pelos pobres enquanto governou o país por oito anos, o que não é suportado pela elite brasileira.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Eleições

Que Lula assusta os adversários, não há dúvida. Em meio a um turbilhão de críticas, o ex-presidente aparece à frente nas últimas pesquisas de intenção de votos divulgada pelo Datafolha, em dezembro.

Por outro lado, o que acalma a oposição é saber que Lula é também o mais rejeitado entre os prováveis candidatos às eleições de 2018. Além de um concorrente tucano, ainda não definido, os oponentes do petista devem ser Jair Bolsonaro (PSC), Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo